Depois de 'Méqui', McDonald's apostará em novos nomes 'abrasileirados'

em alta
05.09.2019, 19:21:00
Atualizado: 05.09.2019, 19:29:27
(Foto: Divulgação)

Depois de 'Méqui', McDonald's apostará em novos nomes 'abrasileirados'

Rede de fast-food estampar na fachada de seus restaurantes os seus apelidos mais criativos

A pronúncia de algumas palavras gringas pode ser quase impossível para os brasileiros. Por isso a melhor solução acaba sendo "abrasileirar" estes termos em outros idiomas. Dentre as vítimas desta adaptação está a rede de fast-food McDonalds's, conhecido aqui como "Méqui".

E agora o restaurante resolveu embarcar de vez nesta mutação linguística. Duas lojas da rede, na Avenida Paulista, em São Paulo, e na Barra, no Rio de Janeiro, alteraram o nome de sua fachada para a alcunha abrasileirada e agora estampam o nome de "Méqui".

E a empresa não deve parar a homenagem por aí. De acordo com a exame, a ideia da rede de fast-food americana é levar a novidade para outras praças e com mais nomes. Através das redes sociais, a McDonald's irá perguntar aos seus clientes a forma com a qual eles chamam o restaurante.

Os termos mais "criativos" serão adotados pela equipe de marketing do restaurante e passarão a estampar fachadas, embalagens e anúncios.

“A ação, sem viés promocional, é uma forma de celebrar a relação das pessoas com a marca”, diz João Branco, diretor de marketing do McDonald’s Brasil.

A intenção é de que, já a partir da próxima semana, as mudanças comecem aparecer fisicamente para os 20 milhões de clientes mensais da rede ao redor do Brasil — e não apenas no eixo Rio-São Paulo, como na primeira etapa da campanha.

A mudança, no entanto, é uma ação de marketing temporária e não deve afetar o nome da marca. Em outros países, como Austrália, a rede é chamada de Macca’s. No Canadá, o logo recebeu uma alteração definitiva ao inserir a folha de maple, símbolo local.

“Nunca investimos tanto no Brasil e essa é uma forma afetiva de estreitar os laços com o consumidor que tanto nos apoia”, afirma Branco.

Veja o vídeo da campanha:


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/estudante-acusado-de-racismo-tentou-usar-cota-para-entrar-na-ufrb/
Ele teve o pedido negado, mas tentou recurso para conseguir vaga
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/estudante-e-hostilizado-em-residencia-vamos-ver-com-quantos-paus-se-mata-um-racista/
Caso ocorreu na residência universitária onde morava o estudante que se recusou a receber prova de professora negra
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/papo-de-segunda-ganha-mais-uma-temporada-de-verao-gravada-em-salvador/
Porchat, Emicida, Francisco Bosco e João Vicente também gravaram episódios em Recife
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/dancarino-de-clipe-de-anitta-e-morto-no-rio-estarrecida/
Segundo moradores, ele foi assassinado por vingança após uma briga
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/aluno-da-ufrb-e-acusado-de-racismo-por-recusar-prova-de-docente-negra/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/morre-marie-fredriksson-vocalista-da-roxette/
Ela foi diagnosticada em 2002 com um tumor no cérebro
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/filme-sobre-geovane-morto-por-policiais-chega-ao-festival-do-rio/
Dirigido por Bernard Attal, documentário se baseia em caso revelado pelo CORREIO
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/harmonia-recebe-ludmilla-e-ferrugem-em-gravacao-de-dvd-no-wetn-wild/
Gravação acontece na estreia d'A Melhor Segunda Feira do Mundo, no dia 6 de janeiro
Ler Mais