Detran-BA e Ibametro fiscalizam uso irregular de gás natural para veículos

bahia
07.04.2021, 14:06:00
Atualizado: 07.04.2021, 21:27:08
Equipe durante fiscalização (Foto: divulgação/ Detran)

Detran-BA e Ibametro fiscalizam uso irregular de gás natural para veículos

Operações acontecem nos postos de combustíveis de Salvador

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A fiscalização do uso irregular do kit de gás natural para veículos (GNV) está sendo realizada pelo Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro) e também pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA). A parceria foi divulgada nesta quarta-feira (7), e acontecerá em postos de combustíveis de Salvador.

A instalação inadequada do kit pode gerar risco de explosão. Além disso, circular com GNV fora dos padrões de segurança configura infração de trânsito grave, com cinco pontos na carteira de habilitação, multa de R$ 195 e remoção do veículo.

Para regularizar o carro, a pessoa deve se dirigir ao Detran-BA, órgão que autoriza a conversão do combustível. Depois, ela precisa fazer a instalação do cilindro de GNV em uma oficina credenciada ao Ibametro. Em seguida, o carro tem que ser inspecionado pelo instituto, que irá emitir o Certificado de Segurança Veicular (CSV), válido por 12 meses. A última etapa é levar o automóvel novamente ao Detran-BA para o registro da conversão. 

Em função da pandemia da Covid-19, durante a fiscalização na capital o Detran-BA não tem removido os carros em que os cilindros de gás foram instalados corretamente, mas o certificado de segurança está vencido. Nesses casos, a autuação é mantida e o proprietário tem 30 dias para regularizar a situação.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas