Dois de Julho: Nove filarmônicas farão concerto virtual com hino renovado

bahia
01.07.2020, 06:30:00
Filarmônica 2 de Janeiro, de Jacobina, sob a regência do mestre Celso Santos (Foto: Divulgação/Filarmônicas Unidas da Bahia)

Dois de Julho: Nove filarmônicas farão concerto virtual com hino renovado

Desfile deixará de acontecer pela primeira vez na história, mas orquestras não deixarão de celebrar a data

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O som das bandas filarmônicas ecoando pelas ruas históricas de Salvador é, sem dúvida, um dos elementos mais emocionantes do desfile cívico em comemoração ao 2 de Julho. A beleza da marchinha em fila, dos instrumentos e das roupas leva muita gente a sair de casa para celebrar a data magna. Pela primeira vez na história, este desfile não vai acontecer devido à pandemia, mas as filarmônicas não deixarão de festejar a vitória do povo baiano. Nove orquestras de diferentes cidades da Bahia decidiram fazer uma apresentação em live nesta quinta-feira, às 18h, pelo Facebook e YouTube.

À frente da ideia, o maestro Fred Dantas, da Oficina de Frevos e Dobrados, observa que a festa mexe não só com o orgulho patriótico, mas também com a religiosidade do baiano e o bairrismo. “Tem essas relações com promessas, o hábito de jogar flor no Caboclo, jogar moedas. No passado, eu mesmo não me conformava enquanto eu não tocasse, é a coisa do pegar mesmo”, diz. 

Por causa destas questões, o maestro acredita que as aglomerações seriam certas e não há viabilidade para a realização do cortejo pelas ruas.

“Esse susto de não haver desfile, isso a humanidade inteira está tendo que absorver. Imagine que as Olimpíadas também foram adiadas, nunca houve isso. Teremos que aprender a conviver com isso. Seria uma temeridade se fosse liberado”, reconhece ele, ao mesmo tempo que garante que as filarmônicas ficarão bonitas nas telas. 

A abertura da programação vem logo com novidade. Será exibido um vídeo com o Hino ao 2 de Julho sob novo arranjo musical, feito por Fred Dantas, e executado de forma isolada pela “Filarmônica Virtual Unida da Bahia”, formada por 14 orquestras. Participam do projeto inteiro, em média, 270 músicos. O filme compila tanto imagens gravadas em apresentações passadas quanto vídeos gravados em casa pelos instrumentistas, que foram enviados por e-mail. 

Ao CORREIO, o maestro anfitrião antecipou que a nova música do hino está mais dinamizada. Dantas explica que o hino possui três estrofes principais, que mudam a letra, mas a partitura original pode parecer repetitiva aos ouvidos acostumados. “Ficava uma chatice, porque muda o discurso musical, no caso a letra, e música permanece a mesma, então eu criei dois novos contrapontos. Cada estrofe agora tem um contraponto diferente”, conta.

Em seguida, as nove filarmônicas participantes farão apresentações e entrevistas ao vivo a partir de suas cidades de origem. São elas: Sociedade Lítero Musical 25 de Dezembro (Irará); Lira Musical Deolindo Lima (Barra); Filarmônica União dos Ferroviários Bonfinenses (Senhor do Bonfim); Sociedade Filarmônica Minerva (Morro do Chapéu); Filarmônica 15 de Setembro (Belmonte); Filarmônica 2 de Janeiro (Jacobina); Sociedade Filarmônica União Sanfelixta (São Félix); Filarmônica Erato Nazarena (Nazaré das Farinhas) e a anfitriã Oficina de Frevos e Dobrados, de Salvador.

Com previsão de duração de até 2h, a live tem apoio da Fundação Gregório de Mattos (FGM) e terá execução de uma música por orquestra, entre elas Os Bohêmios, de Anacleto de Medeiros, Tudo é do Pai, de Padre Marcelo Rossi e New York, de John Kander-Fred Eber, sob regência de maestro Lourival.

Outras atividades

A FGM promoverá ainda outros atos comemorativos simbólicos no dia, começando no Largo da Lapinha com hasteamento das bandeiras nacional, do estado e da capital baiana, às 8h, seguido pela deposição de flores aos Heróis da Independência no monumento do General Labatut. O acesso, no entanto, só será liberado às autoridades civis e militares, além da imprensa identificada.

A fundação disponibilizará em seu canal no Youtube uma programação com exibição de filmes, videoaulas e rodas de conversas. Também haverá jogos educativos temáticos para crianças e adolescentes nos perfis da FGM no Instagram (@fgmoficial) e Facebook (@ fgmcultura).

No canal do Youtube da fundação será transmitida a estreia do documentário "Dois de Julho – Um Sonho de Liberdade”, com direção de Yuri Rosat, que retrata a importância da Independência da Bahia na construção da identidade cultural do povo baiano. 

Na sexta (3), das 8h às 21h, ficará disponível para o público o filme “Dois de Julho: Guerra da Independência na Bahia”, de Renato Barbieri, que detalha os conflitos ocorridos na Bahia entre portugueses e brasileiros, apresentando um imagens históricas e atuais, além de entrevistas com historiadores baianos e cenas de celebração popular.

SERVIÇO

Live Primeiro Encontro Virtual de Filarmônicas da Bahia - 2 de Julho

Quinta-feira (2), às 18h

Youtube da Fundação Gregório de Mattos

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas