Dois homens morrem após confronto com PMs no Nordeste de Amaralina

salvador
01.03.2019, 12:27:00
Atualizado: 01.03.2019, 12:32:59
Segundo os PMs, dupla estava com uma pistola calibre 9 milímetros e um revólver calibre 38 (Divulgação SSP)

Dois homens morrem após confronto com PMs no Nordeste de Amaralina

Segundo polícia, dupla tem passagens por tráfico de drogas, roubos e corrupção de menores

Dois homens foram baleados por policiais militares no bairro do Nordeste de Amaralina, em Salvador, e acabaram morrendo após serem socorridos para o Hospital Geral do Estado (HGE). A informação é do Departamento de Comunicação Social da Polícia Militar. 

No registro do posto policial da unidade médica, eles foram identificados como Alan Souza Cerqueira, 21 anos, conhecido com Alanzinho, e Antônio Roque Reis Peixoto, 25, o Alarme. Ferida, a dupla teria dado entrada no HGE na manhã desta sexta (1º). No entanto, segundo a PM, a ocorrência foi ontem à noite. 

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, os homens têm registro na polícia por tráfico de drogas, roubos e corrupção de menores,

Em nota, a Corporação informou que, por volta das 19h30 de quinta-feira (28), policiais militares da 40ª Companhia Independente da PM (CIPM/Nordeste de Amaralina), do Pelotão Especial Tático Ostensivo (Peto), foram acionados após receberem denúncias de homens armados realizando tráfico de drogas, na Rua Sudoeste, na localidade conhecida como Sítio Caruano, no Nordeste de Amaralina. 

Quando realizava rondas na região, a equipe foi recebida a tiros pelo acusados, que efetuaram disparos contra os policiais e correram em direção à Rua do Eco.

Ainda segundo nota da PM, os homens permaneceram atirando, provocando uma troca de tiros. "No revide, dois indivíduos atingidos nos disparos foram socorridos ao Hospital Geral do Estado (HGE), mas terminaram não resistindo", afirma a PM.  

Na ação, segundo os polciais, foram apreendidos uma pistola calibre 9 milímetros com um carregador com capacidade para 17 cartuchos dos quais nove deflagrados e oito intactos, um revólver calibre 38, quatro pinos de cocaína, 11 envelopes de maconha, 13 pedras de crack.

A ocorrência foi registrada na Corregedoria Geral da PM-BA.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas