Dois ônibus são incendiados após criança ser baleada durante operação em Pernambués

salvador
03.04.2017, 19:58:00
Atualizado: 03.04.2017, 20:11:30

Dois ônibus são incendiados após criança ser baleada durante operação em Pernambués

Coletivos foram queimados no início da noite desta segunda-feira (3) na Avenida Tancredo Neves

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

(Foto: Transalvador/Divulgação)

Moradores do bairro de Pernambués incendiaram dois ônibus em um protesto no início da noite desta segunda-feira (3) na Avenida Tancredo Neves, na altura da Madeireira Brotas, sentido Centro da cidade. O protesto deixou o tráfego congestionado na região da via expressa Paralela-ACM, causando impacto numa das vias mais movimentadas da cidade.

O protesto foi iniciado depois que um menino de 7 anos, morador do bairro, foi baleado numa operação da Polícia Militar. Os manifestantes apedrejaram os ônibus e fizeram os passageiros desceram. Em seguida, atearam fogo aos coletivos. Todas as faixas da pista imediatamente em frente à Madeireira Brotas foram interditadas.

No local do protesto, policiais informaram que, por volta das 17h30, uma guarnição da 1ª Companhia Independe da Polícia Militar (CIPM/Pernambués) foi recebida a tiros na Rua das Flores depois de ser acionada para atender a uma denúncia de que havia homens armados no local.

Na ação, um suspeito também foi baleado e socorrido para o Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), onde morreu. O outro foi preso, segundo disse a PM, em nota, com um revólver calibre 38 e drogas.

"Posteriormente, os policiais foram informados por populares que um menino de 7 anos ficou ferido na panturrilha esquerda. Ele foi socorrido pelos familiares para o Hospital Geral do Estado", diz a nota da PM.

Moradores que estavam no protesto negam que tenha havido troca de tiros e dizem que o garoto foi atingido por um tiros disparado por policiais. O garoto estava chegando da escola quando a ação se desenrolava e foi baleado na panturrilha esquerdo. Ele foi socorrido por familiares ao HGE e não há informações sobre o estado de saúde.

Em nota, a Transalvador informou que, por conta do protesto, agentes do órgão já estão realizando o desvio do tráfego para o viaduto Nelson Dahia e direcionando o fluxo de veículos para a Avenida Tancredo Neves, Caminho das Árvores e retorno à Paralela. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas