Duas pessoas desaparecem depois de sair para fazer stand up paddle na Barra

salvador
11.11.2018, 08:17:59
Atualizado: 11.11.2018, 10:17:29
(Foto: Reprodução/Equipe Flotilha)

Duas pessoas desaparecem depois de sair para fazer stand up paddle na Barra

O grupo de dois homens e uma mulher saiu no final da tarde de ontem, um dos homens foi resgatado

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um homem e uma mulher estão desparecidos desde a noite de sábado (10) depois de saírem para praticar Stand Up Paddle no Porto da Barra. No final da tarde, por volta das 16h, o casal e outro homem alugaram uma prancha na praia e saíram para o mar. O vento e a maré teriam levado os três para fora dos limites da Baía. 


A Marinha do Brasil, por meio do Comando do 2º Distrito Naval (Com2ºDN) informou que por volta das 18h de sábado (10), a Capitania dos Portos da Bahia (CPBA) foi comunicada que três pessoas que remavam em pranchas de stand up paddle nas proximidades da praia do Porto da Barra foram arrastadas para fora da Baía de Todos os Santos e não conseguiram retornar.

"Imediatamente, o Serviço de Busca e Salvamento Marítimo do Leste (Salvamar Leste), operado pelo Com2°DN em Salvador, deu início a uma operação para tentar localizar os três remadores. Uma lancha da CPBA e outra do Yacht Clube da Bahia foram direcionadas à região da boca da Barra da Baía de Todos os Santos para proceder as buscas. Também foram realizados
avisos pelo canal marítimo de rádio VHF alertando todas as embarcações da área sobre os desaparecidos", afirmou a Marinha, em nota.

Por volta das 22h50, um dos remadores foi localizado pelo navio mercante Monte Sarmiento a cerca de 14 km de terra ao sul da ilha de Itaparica. O remador foi então resgatado por uma lancha da Capitania dos Portos, encaminhado ao Hospital Naval de Salvador e liberado após avaliação médica. 

Ainda na noite de sábado,  o Navio-Patrulha “Gravataí” deixou a Base Naval de Aratu assumindo as buscas ao sul da ilha de Itaparica. O Salvamar Leste também acionou o Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia, que enviou aeronave para auxiliar nas buscas no início da manhã de domingo (11), mas até o momento não foi obtido sucesso na localização dos dois remadores que permanecem desaparecidos.

A Marinha  informou que manterá as buscas e solicita que qualquer informação que auxilie a operação seja encaminhada pelo telefone de emergências marítimas (185), pelo número de serviço do Salvamar Leste (71 99972-5468) ou pelo telefone de plantão da CPBA (3507-3777), todos  funcionando 24 horas por dia.


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas