Duda Reis denuncia Nego do Borel à polícia e pede proteção

em alta
14.01.2021, 13:37:00
Atualizado: 14.01.2021, 13:39:02
(Reprodução)

Duda Reis denuncia Nego do Borel à polícia e pede proteção

Ele também prestou queixa contra ela, por injúria e difamação

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A influencer Duda Reis foi nesta quinta-feira (14) à Delegacia da Mulher em São Paulo para prestar queixa contra o ex-noivo, Nego do Borel. Duda foi acompanhada por duas advogadas, Izabella Borges e a ex-BBB Gizelly Bicalho. Ela fez um pedido de medida protetiva contra o cantor.

"Gente, acabei de sair da delegacia. Vim aqui para falar com vocês e explicar um pouquinho. É um mix de sentimentos que estou sentindo. Mas, em primeira mão, queria agradecer muito minhas advogadas, por todo o acolhimento que recebi da delegacia e obrigada pelo apoio de vocês", diz Duda, em uma série de stories no Instagram.

Ontem, Duda acusou o funkeiro de tê-la agredido durante o relacionamento dos dois. Afirmou também que foi ameaçada por Nego do Borel. 

"Sofri, sim, agressão física, já tiveram episódios que ele me empurrou. Num deles eu caí tão forte em cima de várias cadeiras e me machuquei. Um amigo dele, que é uma figura pública, entrou no meio para apartar e poder segurar. Isso vai fazer parte de um dos BOs de agressão que estou abrindo contra ele. Não foi a primeira, não foi a única agressão, assim como todas as agressões verbais que eu ouvia, e todas as manipulações também. Eu era muito manipulada a sempre defendê-lo", disse. Ela acrescentou que sofria ameaças que se estendiam à família: "Ele dizia que eu brigava com cachorro grande, dizia que ia mandar matar minha família".

Nego do Borel também foi à polícia, registrando queixa contra Duda por injúria, calúnia e difamação. O cantor admitiu que traiu a ex-noiva, mas não entrou em detalhes sobre as acusações de agressão. “Quanto ao posicionamento da minha ex, isso é de fato algo que eu me arrependi. Eu tenho também o meu lado da história e também vi e descobri muitas coisas. Não gostaria de expor para não comprometer a integridade dela como mulher. Por questão de princípios, isso é algo que eu não faria com ela, assim como não faria com nenhuma outra mulher a não ser extremamente NECESSÁRIO. EM BREVE, ME PRONUNCIEI E CONTAREI TODA VERDADE”, disse ele, ontem, nas redes sociais.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas