Elsimar Coutinho: 'A reprodução é a parte mais dinâmica da vida'

minha bahia
18.08.2020, 05:35:00
Posse de Elsimar Coutinho na Academia Baiana de Medicina, em 1985 (Jorge de Jesus/Arquivo CORREIO)

Elsimar Coutinho: 'A reprodução é a parte mais dinâmica da vida'

Médico era doutor em medicina e em farmácia e pesquisador de renome internacional; saiba mais sobre sua trajetória

"Quando comecei a estudar, fiquei fascinado pela química da vida. Na época, acabava de ser descoberta a relação dos hormônios com a reprodução humana. E a reprodução é a parte mais dinâmica da vida", desta maneira o próprio Elsimar Coutinho descreveu a sua trajetória em seu site oficial.

Médico oficialmente desde 1956, Elsimar Coutinho era doutor pela Universidade Federal da Bahia (Ufba) onde se graduou em Medicina e em Farmácia e Bioquímica. O primeiro doutorado foi em Farmácia, com a tese 'Perfil electroforético das proteínas plasmáticas de anfíbios e répteis', defendida em 1960. Ele emendou com um doutorado em Medicina, sua segunda graduação, e concluiu o curso em 1963 com tese orientada por Gorge Corner - descobridor da progesterona, mestre de Elsimar e que foi pessoa fundamental no seu fascínio e estudos futuros sobre a reprodução humana.

Foram 10 livros publicados pelo doutor Elsimar Coutinho ao longo da carreira de seis décadas. O primeiro deles foi lançado em 1974, nos Estados Unidos, e sequer tem tradução para português. O nome original é Physiology and Genetics of Reproduction, ou Fisiologia e Genéticas da Reprodução, em tradução livre. O livro foi fruto de um simpósio internacional sobre aspectos fisiológicos e genéticos da reprodução humana, como o próprio nome do livro sugere.

À época, o simpósio foi patrocinado pela Comissão de Energia Atômica dos Estados Unidos e presidido pelo próprio Elsimar Coutinho juntamente com Fritz Fuchs, então chefe do Departamento de Obstetrícia e Reprodução Humana da Universidade de Cornell, em Nova York e com quem Coutinho divide a autoria do livro, publicado em dois volumes pela editora Plenum Press.

Esse simpósio aconteceu em Salvador, no Auditório da Biblioteca Central da Bahia, mais antiga da América Latina e localizada nos Barris. E foi motivo de polêmica, como narrou o próprio Elsimar Coutinho em um relato pessoal publicado na Ufba e intitulado 'Contribuição à história da pesquisa Gineco-Obstétrica e da Reprodução Humana na Bahia'.

"Tanto a minha participação no Simpósio Nobel quanto a realização do simpósio internacional sobre Fisiologia e Genética da Reprodução, sob minha presidência, e que foi conduzido no Auditório sempre lotado da Biblioteca Central nos Barris, provocou ressentimento em alguns colegas que se sentiram diminuídos. Do mesmo modo, as esferas políticas de esquerda, que apesar de reprimidas pelo governo militar, se manifestaram insatisfeitas com aquela 'invasão' de cientistas estrangeiros na seara baiana", escreveu Elsimar Coutinho.

Fluente em inglês e francês, o médico voltou a publicar em 1976 sobre um tema que ainda é tabu em 2020. O título diz muito: 'Aborto Provocado'. Foi o seu primeiro livro em língua portuguesa. No mesmo ano, publicou, na Dinamarca, o seu terceiro livro, desta vez sobre transporte de óvulos e regulação de fertilidade.

O best-seller de Elsimar Coutinho, no entanto, é de 1996. Foi o seu quinto livro. Publicado pela Editora Gente, 'Menstruação - A Sangria Inútil', obra na qual ele classificava a menstruação como algo antinatural e não poupava exclamações para afirmar que o fenômeno é uma 'burrice', que poderia ser suprimida para melhorar a qualidade de vida das mulheres. Esse livro traz as observações feitas por Elsimar Coutinho no desenvolvimento dos Implantes Hormonais, tratamento que prometia livrar a mulher dos problemas ligados à menstruação como TPM e os sintomas da menopausa.

Elsimar Coutinho publicou, também, muitos artigos. Em sua plataforma do Lattes são 255 publicações registradas, a primeira delas em 1955 e que foi publicada pela Revista Ciência e Cultura. Teve artigos sobre reprodução humana publicados em revistas científicas e congressos ao redor do mundo. 

'Current Knowledge in Reproductive Medicine', ou Conhecimento Atual em Medicina Reprodutiva, foi o seu último livro, publicado em 2000, em uma parceria com Paulo Spinola que já havia acontecido no ano anterior em um compilado que faz uma grande avaliação da medicina reprodutiva no século XX.

Fatos marcantes na trajetória do cientista:

*Nascimento - O médico Elsimar Coutinho nasceu em Pojuca, na Região Metropolitana de Salvador, em 18 de maio de 1930;

*Farmacêutico e médico  - Cursou a Universidade Federal da Bahia, onde  graduou-se em Farmácia e Bioquímica, em 1951, e em Medicina, em 1956;
Doutor duas vezes  O primeiro doutorado foi em Farmácia, com a tese 'Perfil electroforético das proteínas plasmáticas de anfíbios e répteis', defendida em 1960. Emendou com um doutorado em Medicina e concluiu o curso em 1963, com tese orientada por Gorge 
Corner, o descobridor do hormônio progesterona; 

*Autor - Foram pelo menos 10 livros publicados. O primeiro deles foi   lançado em 1974, nos Estados Unidos: ‘Physiology and Genetics of Reproduction’, ou Fisiologia e Genéticas da Reprodução, em tradução livre. Fluente em inglês e francês,  voltou a publicar  em 1976 sobre tema que ainda é tabu hoje. A obra  ‘Aborto Provocado’ é a sua  primeira em português. Já 'Menstruação - A Sangria Inútil'. seu best-seller, foi lançãdo 20 anos depois, em 1976;

*Pesquisador - No início dos anos 1960, estudando o emprego de substâncias progestínicas na prevenção do trabalho de parto prematuro, observou e
 descreveu o efeito anticoncepcional da medroxiprogesterona (MPA) e propôs  em seus trabalhos clínicos os primeiros anticoncepcionais injetáveis. A partir daí, Elsimar   despontou como uma das maiores expressões na endocrinologia da reprodução e no planejamento familiar, tendo desenvolvido além do primeiro anticoncepcional injetável de efeito prolongado (Depo Provera), a primeira pílula anticoncepcional contendo Norgestrel;

*Pioneiro - Em 1982, fez o relato do primeiro caso de regressão de mioma seguida de gravidez, relatada na literatura médica internacional. A partir daí, foi um dos fundadores no "International Committee for Contraceptive Research" - ICCR e membro do Conselho Diretor do Programa de Reprodução Humana durante seis anos e do "Steering Committee of the Task Force on Infertility of the Expanded Programme in Human Reproduction" da Organização Mundial de Saúde, durante oito anos;

*Educador - Na década de 1990, o orofessor Elsimar Coutinho tornou-se muito conhecido pelo público em geral através de sua participação em programas educativos, onde falava  sobre fertilidade, Infertilidade, sexualidade e planejamento familiar em âmbito nacional.

Os livros de Elsimar Coutinho:

1974 - Fisiologia e Genéticas da Reprodução, em coautoria com o pesquisador Fritz Fuchas;

1976 - ‘Ovum Transport and Fertility Regulation’, em coautoria com M. Harper, C. Pauerstein, C. Adams, H. Croxatto e D. Patton;

1981 - O Dispositivo Intrauterino;

1995 - Progress in the Management of Endometriosis. The Proceedings of the 4th World Congress on Endometriosis, em coautoria com Paulo Spinola e Lesley Hanson de Moura;

1996 - Menstruação - A Sangria Inútil;

1998 - O Sexo do Ciúme;

1998 - O Descontrole da Natalidade;

1999 - Reproductive Medicine: A Millennium Review, em coautoria comcom Paulo Spinola;

1999 - Is Menstruation Obsolete?, em coautoria com Sheldon J. Segal

2000 - Current Knowledge in Reproductive Medicine, em coautoria com Paulo Spinola

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas