Em briga na Justiça, viúva de Gugu explica por que ele a tirou do testamento

em alta
27.12.2019, 15:23:00
Atualizado: 27.12.2019, 16:02:28

Em briga na Justiça, viúva de Gugu explica por que ele a tirou do testamento

"Qualquer mulher no meu lugar faria isso", argumentou médica sobre requerimento

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Rose Miriam Di Matteo, mãe dos filhos de Gugu Liberato, apresentou requerimento à Justiça pedindo para ser a inventariante dos bens deixados por ele. Ela afirma que, além de companheira dele por quase duas décadas, é também a representante legal de Sofia e Marina, de 16 anos, gêmeas e filhas caçulas que teve com o apresentador.

No testamento assinado em 2011, Gugu excluiu Rose Miriam do usufruto e da administração do patrimônio deixado aos filhos e sobrinhos, e delegou a função de inventariante de sua herança e curadora das crianças para a irmã dele, Aparecida Liberato. Na semana passada, Rose anunciou que vai à Justiça também para pedir o reconhecimento de união estável que alega ter mantido com Gugu —o que lhe daria direito à metade da herança.

Flavia Azevedo: Gugu: de bonzinho, só tinha a cara

Segundo a médica, Gugu teria lhe excluído do testamento, já que na época em que o documento foi feito os dois estavam passando por uma "crise na união". Entretanto, eles reataram depois disso. "Qualquer mulher no meu lugar faria isso. Está parecendo que é uma briga. Mas não é. Eu tenho todo o direito de me colocar no meu lugar - infelizmente, na condição de viúva", explicou ela para a coluna de Monica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo. 

Na petição, ela afirma que está passando, com as filhas, por “dificuldades de toda natureza”, já que Gugu, como “provedor”, sempre se responsabilizou por tudo.

A família do apresentador, por sua vez, afirma que ela está sendo induzida e mal aconselhada por “terceiros não contemplados no aludido testamento”. Segundo eles, Rose era amiga dele e mãe dos filhos, mas não sua esposa.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas