Em busca de recuperação em casa, Bahia recebe o Atletico-PR

e.c. bahia
24.06.2021, 05:01:00
Nino volta ao time do Bahia após cumprir pena de sete jogos de suspensão (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Em busca de recuperação em casa, Bahia recebe o Atletico-PR

Tricolor entra em campo nesta quinta-feira (24), às 21h30, em Pituaçu

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O São João do Bahia é em ritmo de Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira (24), o Esquadrão entra em campo às 21h30, contra o Athletico Paranaense no estádio de Pituaçu, em jogo válido pela sexta rodada.

O duelo contra os paranaenses será a chance do Bahia apagar a imagem deixada nos últimos confrontos em casa. A estreia com vitória por 3x0 sobre o Santos, em Pituaçu, empolgou, mas depois disso o time sofreu dois tropeços como mandante: derrota para o Internacional, por 1x0, e empate sem gols com o Corinthians.

Em busca de voos mais altos na primeira divisão, perder pontos em casa pode atrapalhar os objetivos do clube, que em 2020 brigou contra o rebaixamento. A atenção, inclusive, precisa ser redobrada contra o Athletico-PR.

Com 12 pontos em quatro partidas, o time do Paraná é o único com 100% de aproveitamento no torneio. Como visitante, o Furacão venceu Juventude e Grêmio. Apesar do retrospecto, o zagueiro Conti acredita que o Bahia tem tudo para conseguir a vitória.

“Sabemos que vamos enfrentar uma equipe que vem muito bem, vem muito forte. Mas nós também temos um bom início de ano. Será um jogo muito disputado, onde um detalhe pode fazer a diferença. Temos que entrar 100% concentrados e criar mais opções de gol para conquistar os três pontos em casa”, afirmou.

Por sinal, diante do Athletico-PR, Conti terá novos parceiros na defesa. O técnico Dado Cavalcanti vai fazer pelos menos duas mudanças. A primeira será forçada, já que Matheus Bahia recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso. Juninho Capixaba será o substituto.

Na lateral direita, a novidade é o retorno de Nino Paraíba, que volta ao time depois de cumprir sete jogos de suspensão. Ele foi punido por causa da briga na final da Copa do Nordeste, contra o Ceará, em que o Bahia conquistou o tetracampeonato. No período em que Nino esteve fora, Renan Guedes foi titular.

“Temos muitos bons jogadores. Renan Guedes fez bons jogos. Obviamente Nino tem mais experiência. Acho que vai ser uma disputa sadia, como em todos os setores do campo. Todos estão preparados para jogar quando for necessário. Temos que trabalhar dessa forma para, quando o treinador precisar, que possamos apresentar um bom futebol”, continuou Conti.

Além de Nino e Capixaba, o Bahia pode ter mais caras novas entre os titulares. Após o empate com o Corinthians, Dado Cavalcanti deixou no ar a possibilidade de voltar a rodar o elenco e descansar atletas que estão mais desgastados. A escalação só vai ser divulgada minutos antes da partida.

Adversário
Do outro lado, o Athletico-PR tem reforço e desfalque para enfrentar o Bahia. Recuperado de lesão na coxa, o volante Erick está à disposição do técnico português António Oliveira.

O treinador, no entanto, segue sem contar com o meia Nikão, que está machucado, e não terá o atacante Matheus Babi, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Confira as prováveis escalações:

Bahia: Matheus Teixeira, Nino Paraíba, Conti, Juninho e Juninho Capixaba; Patrick, Daniel e Thaciano; Rossi, Gilberto e Rodriguinho. Técnico: Dado Cavalcanti.

Athletico: Santos, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Zé Ivaldo; Marcinho, Richard, Christian e Abner; David Terans (Jadson), Vitinho e Renato Kayzer. Técnico: António Oliveira.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas