Em confronto inédito, Bahia encara o Operário-PR fora de casa

e.c. bahia
11.06.2022, 05:00:00
Sem Patrick e Rezende, Mugni vai ser mantido no time titular do Bahia (Foto: Felipe Santana/EC Bahia)

Em confronto inédito, Bahia encara o Operário-PR fora de casa

Partida será disputada neste sábado (8), às 18h30, no estádio Germano Kruger

Pela segunda vez na atual edição da Série B, o Bahia vai enfrentar um adversário inédito. Neste sábado (11), o desafio é contra o Operário-PR. O confronto será disputado no estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa, no Paraná, às 18h30.

O tricolor tem uma questão a ser resolvida no primeiro encontro entre as equipes na história: este ano, o Bahia ainda não venceu jogando fora da região Nordeste. Além de quebrar o jejum, os três pontos diante do Operário têm um peso maior quando o contexto é analisado.

O time baiano inicia a 12ª rodada na segunda colocação, com 22 pontos. Está cinco pontos à frente do Grêmio, primeiro time fora do G4, e a sete do próprio Operário, sexto colocado. 

Por isso, se voltar do Paraná com a vitória na bagagem, o Bahia não só manterá, pelo menos, a confortável distância para a primeira equipe que está fora da zona de classificação, como forçará o tropeço de um concorrente.

O Bahia venceu apenas um jogo fora de casa na atual Série B. Foi na segunda rodada, quando bateu o Náutico, por 1x0, nos Aflitos. Pontuou também no 1x1 com o CSA, no Rei Pelé, e perdeu fora para Ituano, Vasco e Tombense. Rendimento de 26,7% como visitante.

Em busca do segundo triunfo, o tricolor terá pela frente um adversário que não é dos mais implacáveis como mandante. Em cinco jogos em casa, o Operário venceu três e perdeu dois, 60% de aproveitamento. 

O técnico Guto Ferreira mantém o alerta ligado.  “A gente tem que estar sempre buscando mais e mais. Se continuarmos assim, estaremos próximos ao primeiro colocado. Nós abrimos cinco pontos do 5º colocado e quatro pontos do 4º. A gente vai ter um jogo dificílimo, o Operário é muito forte dentro de casa. Nós temos poucos dias de recuperação, uma viagem longa, uma logística complicada”, disse o treinador após ganhar do Sport na quarta-feira.

Guto se vê obrigado a mudar a escalação do Bahia no Germano Kruger, pois tem dois desfalques. O volante Patrick recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso. Emerson Santos será o substituto.

Na defesa, Didi sofreu uma lesão na coxa e foi vetado pelo departamento médico. A boa notícia é que o zagueiro Ignácio está à novamente disposição após cumprir suspensão. Também com lesões na coxa, o atacante Marco Antônio e o volante Rezende completam as baixas no Esquadrão. Esses dois já não enfrentaram o Sport.

No ataque, a tendência é que o trio formado por Rildo, Matheus Davó e Rodallega seja mantido. Mas não será surpresa se Guto optar por fazer alterações. Autor do gol da vitória diante do rubro-negro pernambucano, Vitor Jacaré quer colocar uma dúvida na cabeça do treinador para ganhar nova chance entre os titulares. 

“O nosso grupo está preparado para diversas situações, tanto quem joga como quem fica no banco. Tem Everton e Gregory também, que entram bem. Isso é o que importa e o que me deixa feliz em fazer parte desse grupo”, disse.

No Operário-PR, o técnico Claudinei Oliveira confirmou que vai manter o esquema com três zagueiros, o mesmo usado na vitória por 3x0 sobre o Guarani, em Campinas. O volante Marcelo segue afastado após ter discutido com o treinador durante um treino. O meia Javier Reina e o atacante Jean Carlo estão machucados.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas