Em crise, Venezuela fecha jornais e retira cinco zeros de sua moeda

mundo
27.07.2018, 01:36:00

Em crise, Venezuela fecha jornais e retira cinco zeros de sua moeda

O país ocupa o 143º lugar entre os 180 países do ranking de liberdade de imprensa dos Repórteres Sem Fronteiras

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


Em cinco anos cerca de três quartos dos jornais da Venezuela fecharam, de acordo com a associação nacional de jornalismo. Com isso, o El Nacional é o último diário independente de circulação nacional no país.

Organizações pró-mídia alertaram para a diminuição da liberdade de imprensa ao longo de 2017, ano da reeleição do presidente Nicolás Maduro para um mandato de seis anos em eleições boicotadas pela oposição.

Nesse cenário, a Venezuela caiu seis posições no índice de liberdade de imprensa dos Repórteres Sem Fronteiras, ocupando agora o 143º lugar entre os 180 países pesquisados. De acordo com o Instituto Venezuelano de Imprensa IPYS, a agência reguladora de telecomunicações do país também fechou 40 estações de rádio em 2017 sob acusação de irregularidades em suas licenças.

Ainda assim, o governo Maduro afirma que trata todos os veículos de mídia igualmente e que existe liberdade de imprensa. Porém, já mencionou publicamente que deseja mais controle sobre a mídia.

Com o fim dos veículos, o noticiário venezuelano está cada vez mais nas mãos de rádios e televisões estatais e jornais pró-governo, como é o caso do Ultimas Noticias, que cobre as atividades oficiais de Maduro e não dá atenção aos níveis crescentes de desnutrição e doenças.

Em meio a esse cenário, o presidente Maduro anunciou nesta quinta-feira (26) que remover cinco zeros de sua moeda, o bolívar, em vez dos três zeros planejados inicialmente. Esse é um esforço para acompanhar a inflação prevista para alcançar 1.000.000% neste ano.

De acordo com o Congresso, que é controlado pela oposição, a inflação anual em junho chegou a 46.000%. O FMI disse durante a semana que a inflação pode chegar a 7 dígitos ainda este ano, ficando no mesmo nível das crises do Zimbábue nos anos 2000 e da Alemanha na década de 1920.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/depois-de-zidane-renata-fan-recebe-parabens-de-david-beckham-assista/
Ex-jogador inglês enviou mensagem que foi reproduzida no ‘Jogo Aberto’, da Band
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pf-cumpre-mandados-contra-quadrilha-que-fraudou-mais-de-r-4-milhoes-do-inss/
O grupo é investigado por, pelo menos, 80 benefícios previdenciários suspeitos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/5-filmes-que-voce-deve-assistir-para-apreciar-as-trilhas-de-ennio-morricone/
Compositor, que morreu aos 91 anos, era grande nome da música no cinema
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/rapper-baiano-hiran-lanca-segundo-disco-galinheiro/
Disco tem participações especiais de Tom Veloso, Majur e outros artistas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/serie-baiana-que-revela-salvador-sombria-ja-esta-disponivel-no-amazon-prime/
Produção tem roteiro e direção de Julia Ferreira, baiana que estudou cinema em Londres e Madri
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/netos-de-luiz-gonzaga-divulgam-nota-de-nojo-por-uso-de-musica-em-live-de-bolsonaro/
Jair Bolsonaro convidou o presidente da Embratur para tocar durante a live da última quinta
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/moradores-da-lapinha-falam-ao-contrario-e-tem-um-dialeto-o-gualin/
Há meio século, falar ao contrário é considerado sinal de pertença para os moradores “raiz” do bairro da Lapinha
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/elza-soares-aos-90-e-cheia-de-projetos/
Cantora lança releitura de 'Juízo Final' e faz live neste sábado (4), com participação de Flávio Renegado
Ler Mais