Em derrota para Trump, Suprema Corte rejeita recurso que questionava eleições

mundo
12.12.2020, 09:13:12
(Saul Loeb/Arquivo AFP)

Em derrota para Trump, Suprema Corte rejeita recurso que questionava eleições

Nove juízes, entre eles três nomeados pelo presidente, rejeitaram recurso do Texas

A Suprema Corte trouxe mais uma derrota para Donald Trump nesta sexta-feira, 10, ao ignorar um recurso apresentado por autoridades do Texas que tinha como objetivo reverter a derrota do governante nas eleições presidenciais de novembro.

Os nove integrantes da corte, entre eles três nomeados pelo presidente, concluíram que o Texas não tem o direito de interferir na organização das eleições em outros Estados. Trump, que não reconhece a derrota eleitoral, havia estimado que esse recurso era "muito sólido" ao intervir pessoalmente no caso.

Em sua petição, o tribunal superior indicou que "o Texas não demonstrou interesse judicialmente reconhecível na forma como outros Estados conduziram as eleições. O restante das moções foram rejeitadas como irrelevantes."

O comunicado não revelou detalhes sobre as deliberações dos nove ministros do Supremo Tribunal Federal -- seis conservadores e três progressistas -- embora não tenha havido opinião divergente.

Esta semana, o procurador-geral do Texas, o republicano Ken Paxton, pediu à Suprema Corte que impedisse os Estados de Geórgia, Michigan, Pensilvânia e Wisconsin de endossar a vitória de Biden no Colégio Eleitoral na próxima segunda-feira, alegando que seus governadores usaram a pandemia como "pretexto" para mudar as regras eleitorais e permitir maior votação pelo correio.

O próprio Trump, que não reconheceu sua derrota nas eleições de 3 de novembro alegando sem evidências uma suposta fraude eleitoral, contribuiu com uma moção na quarta-feira para apoiar o caso do Texas perante a Suprema Corte.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas