Em discurso, Lula chora e diz que se prepara para ser candidato em 2018

brasil
10.05.2017, 22:04:00

Em discurso, Lula chora e diz que se prepara para ser candidato em 2018

Ex-presidente afirmou ser massacrado diariamente e disse que apoio do povo o fortalece. Ato aconteceu após depoimento a Moro
(Foto: AFP)

O ex-presidente Lula fez discurso em ato na noite desta quarta-feira (10) em Curitiba, após prestar depoimento por cinco horas para o juiz Sérgio Moro. Diante de apoiadores, Lula se emocionou, reafirmou sua inocência e disse que se prepara para ser candidato em 2018. Ele falou em palanque montado na Praça Santos Andrade, com a presença da também ex-presidente Dilma Rousseff.

"Se um dia eu tiver que mentir pra vocês, eu prefiro que um ônibus me atropele em qualquer rua desse país", disse, com lágrimas nos olhos, afirmando que só tem conseguido passar pelo que chama de "perseguição" por conta do apoio que recebe nas ruas. 

Ele falou por cerca de 20 minutos. "Eu quero que alguém diga que o apartamento é meu", disse, acrescentando que irá a quantos "depoimentos forem necessários". "Se tem um brasileiro, se tem um ser humano, que está em busca da verdade sou eu", garante.

Lula atacou a imprensa, afirmando que é diariamente massacrado, e disse que a Operação Lava Jato não tem provas contra ele.  "Quero dizer para vocês que estou vivo e estou me preparando para voltar a ser candidato em 2018 (...) e mostrar que, se a elite não tem competência para consertar esse país, o metalúrgico (...) vai conseguir", finalizou.

Segundo a PM, 5 mil pessoas participaram do ato. Já a organização estima que o público foi de 50 mil. Mais cedo, houve também protesto contra o ex-presidente. Os manifestantes contrários a Lula se reuniram no Museu Oscar Niemeyer, fazendo uma manifestação que terminou por volta das 19h. Segundo a Polícia Militar, foram cerca de 100 participantes - 400 de acordo com a organização.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas