Em jogo pegado, Bahia empata com Vasco e se mantém fora do Z4

e.c. bahia
31.01.2021, 17:59:00
Rossi teve boa chance e parou no goleiro Fernando Miguel (Fernando Salles/Estadão Conteúdo)

Em jogo pegado, Bahia empata com Vasco e se mantém fora do Z4

Tricolor chegou a ficar com um homem a mais durante parte do segundo tempo

No confronto direto na luta contra o rebaixamento, o Bahia ficou em um empate de 0x0 com o Vasco, na tarde deste domingo (31), em São Januário, no Rio de Janeiro. O resultado deixa o time com 36 pontos e agora com um de distância para o Z4 do Campeonato Brasileiro, já que o Fortaleza perdeu do Atlético-MG por 2x0 e se manteve com 35. 

O Esquadrão está momentaneamente em 15º lugar, uma casa acima de onde iniciou esta 33ª rodada, e depende do confronto entre Sport e Flamengo, segunda-feira, no Recife, para saber sua posição final na rodada. O time pernambucano tem 35 pontos e passa o tricolor se vencer ou empatar. Já o Vasco foi a 37 e está em 14º, também embolado na briga.

A partida teve marcação intensa de ambos os times e atuação decisiva do VAR, que anulou o que seria um gol do Vasco no segundo tempo e transformou na expulsão do zagueiro vascaíno Leandro Castán, que acertou um chute no rosto do goleiro Douglas.

O próximo compromisso do Bahia será quarta-feira (3), quando recebe o Fluminense, às 21h30, na Fonte Nova.

Sem emoção
No confronto direto na parte de baixo da tabela, Bahia e Vasco iniciaram a partida sem querer correr riscos. Fora o chute de Ronaldo, que Fernando Miguel fez a defesa, o que se viu nos primeiros 20 minutos foi um jogo bastante estudado e com muitos erros de passe.

Marcando com linhas baixas, o Bahia conseguia se defender bem e esperava o erro do Vasco para tentar encaixar as jogadas. Quando decidiu subir as linhas, o tricolor pressionou o Vasco e quase rouba a bola na saída de Fernando Miguel.

Diante da pobreza técnica apresentada pelos dois times, os goleiros foram meros expectadores no primeiro tempo. Só nos instantes finais o Bahia conseguiu criar jogadas mais perigosas.

Aos 39 minutos, Thiago escapou bem pela esquerda e cruzou para o meio da área, mas Daniel não alcançou. Já aos 48, o mesmo Thiago furou depois da cobrança de escanteio e perdeu oportunidade de abrir o placar.

Faltou pontaria
Apesar da baixa produtividade no primeiro tempo, o Bahia voltou para a segunda etapa sem alterações, mas com a orientação de acelerar as jogadas no meio-campo. No entanto, quem começou no ataque foi o Vasco.

Com apenas dois minutos, Gabriel Pec chutou cruzado, Ernando cortou e quase enganou Douglas, mas a bola saiu pela linha de fundo. Enquanto o Vasco rondava a área tricolor, o Bahia tentava o contra-ataque.

A chance veio aos nove minutos. Na descida rápida, Gilberto ganhou de Leandro Castan e lançou Rossi. O camisa 11 invadiu a área, limpou a marcação de Léo Matos, mas a finalização saiu fraca e Fernando Miguel salvou os donos da casa.

Aos 15 minutos o Vasco colocou pressão na defesa tricolor. Primeiro Benítez chutou forte e Douglas fez a defesa parcial. No complemento da jogada, o goleiro dividiu com Léo Matos e os vascaínos ficaram pedindo pênalti. O VAR entrou em ação e confirmou apenas o escanteio. Na cobrança, Léo Matos subiu sozinho, mas mandou para fora.

Dado então decidiu mexer no time e colocou Ramon e Zeca nas vagas de Daniel e João Pedro. Enquanto Ygor Catatau mandou chute forte e forçou Douglas a fazer a defesa, Gilberto respondeu na mesma moeda, mas a bola desviou na defesa e se perdeu em escanteio.

Aos 30 minutos, o Vasco chegou ao gol depois Leandro Castan dividiu com Douglas e a bola sobrou para Ygor Catatau mandar para as redes. O VAR entrou em ação e pegou a falta forte do zagueiro carioca. O tento acabou sendo anulado e Castan foi expulso por conta da entrada. No Bahia, Douglas precisou ser substituído por Anderson.

Com um homem a mais, o Bahia decidiu se arriscar e colocou o atacante Gabriel Novaes no lugar do zagueiro Lucas Fonseca. O gol quase saiu aos 47 minutos, mas Ricardo Graça cortou antes de Gabriel mandar para as redes. Minutos depois foi a vez de Gilberto pegar de primeira, mas mandar para fora. 

Apesar da pressão, nem mesmo os nove minutos de acréscimos dado pelo árbitro foram suficientes para o Bahia abrir o placar e a partida terminou mesmo empatada em 0x0.

Ficha técnica

Vasco 0x0 Bahia 
Campeonato Brasileiro -  33ª rodada

Local: São Janauário (Rio de Janeiro)
Cartões amarelo: Benítez (Vasco); Daniel, Rossi e Gilberto (Bahia)
Cartões vermelho: Leandro Castan (Vasco)
Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio (GO), auxiliado por Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Eduardo Goncalves da Cruz (MS) 
Árbitro de Vídeo: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

Vasco: Fernando Miguel, Léo Matos (Ricardo Graça), Marcelo Alves, Leandro Castan e Henrique; Bruno Gomes, Leonardo Gil (Carlinhos) e Martín Benítez (Ygor Catatau); Yago Pikachu, Germán Cano e Talles Magno (Gabriel Pec) (Cayo Tenório). Técnico: Vanderlei Luxemburgo. 

Bahia: Douglas (Anderson), João Pedro (Zeca), Ernando, Lucas Fonseca (Gabriel Novaes) e Juninho Capixaba; Ronaldo, Gregore e Daniel (Ramon); Rossi, Thiago (Alesson) e Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti. 
 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas