Em jogo tranquilo, Bahia goleia o Náutico na retomada do futebol

e.c. bahia
22.07.2020, 21:52:00
Atualizado: 23.07.2020, 00:48:49
Rodriguinho fez o segundo gol do Bahia contra o Náutico (Felipe Oliveira/EC Bahia)

Em jogo tranquilo, Bahia goleia o Náutico na retomada do futebol

Tricolor venceu o time pernambucano por 4x1 no estádio de Pituaçu

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O torcedor que precisou esperar meses para rever o Bahia em campo terminou a noite desta quarta-feira (22) muito satisfeito. Em Pituaçu, o tricolor goleou o Náutico por 4x1, pela última rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste. Élber, Rodriguinho, Fernandão e Nino Paraíba marcaram os gols do tricolor, enquanto Kieza, de pênalti, descontou para o Náutico.

O resultado marcou a retomada do Bahia às competições após quatro meses. Agora, o time titular do Esquadrão volta as atenções para o duelo das quartas de final, sábado (25), jogo único contra o Botafogo-PB. Horário e local ainda serão divulgados pela CBF. Quem avançar pegará Confiança ou Santa Cruz na semifinal.

Bem antes disso, os reservas reestreiam no Campeonato Baiano nesta quinta (23), às 16h, contra o Atlético de Alagoinhas, também em Pituaçu.

Golaço em três minutos
Apesar da noite de definições na Copa do Nordeste, o Bahia entrou em campo confortável por já estar com a vaga nas quartas assegurada. A situação ficou ainda melhor logo no início do jogo. Aos três minutos, Élber mandou um pombo sem asa de fora da área, no ângulo, e não deu chance para o goleiro Jefferson. Golaço do camisa 7, que abriu o placar.

O gol no início deu uma amostra do que seria o Esquadrão no primeiro tempo. Equilibrado, o time conseguiu ocupar os espaços e envolver o time do Náutico.

Sempre que roubava a bola, o Bahia explorava as jogadas em velocidade, principalmente nas subidas dos pontas Élber e Clayson. Mas foi na base da pressão que o tricolor chegou ao segundo gol.

Aos 26 minutos, Clayson roubou a bola no meio-campo e acionou Rodriguinho. O meia arrancou, tabelou com o próprio Clayson e, dentro da grande área, chutou para anotar o segundo do Bahia no jogo. Foi o primeiro do camisa 10 pelo tricolor.

Após o gol, o Náutico ficou mais acuado. Sem conseguir passar pela marcação, o Timbu praticamente não ofereceu riscos e ainda deu espaços.

Antes do fim do primeiro tempo, Gilberto fez jogada na linha de fundo, cruzou fechado e quase marcou o terceiro do Bahia na partida.

Mais gols
Com a vantagem no placar, Roger precisou mudar a escalação. Gilberto sentiu uma lesão no joelho e deu lugar a Fernandão. No entanto, outro atacante que entrou na partida deu resultado imediato.

Com menos de um minuto da segunda etapa, o experiente Jorge Henrique, que havia saído do banco de reservas, foi derrubado por Flávio na área. Pênalti que Kieza fez valer a ‘lei do ex’ e diminuiu para o Náutico. 

O gol, porém, não alterou o panorama da partida. O Bahia seguiu dominante e não demorou para fazer o terceiro. Na jogada que começou com a roubada de bola na defesa, Élber disparou em velocidade e acionou Juninho Capixaba. O lateral esquerdo cruzou rasteiro para Fernandão, que fechou no segundo pau e fez 3x1.

Roger aproveitou o placar tranquilo para fazer experiências na equipe. Nino Paraíba e Marco Antônio, que ainda não haviam estreado na temporada, entraram nas vagas de João Pedro e Rodriguinho, respectivamente.

A estrela de Marco Antônio quase brilhou aos 27 minutos. Na rápida escapada, Élber cruzou rasteiro e o meia-atacante ia entrando livre, mas a defesa do Náutico chegou primeiro e conseguiu cortar. 

A mesma sorte os pernambucanos não tiveram com Nino. O lateral roubou a bola na defesa e disparou. Ele invadiu a área e soltou a bomba, superando Jefferson e marcando o quarto aos 32 minutos. 

O quinto, que daria ao Bahia a liderança do Grupo A, quase saiu no fim. Capixaba limpou a marcação e mandou para fora. O tricolor se igualou em quase todos os critérios ao Fortaleza, mas terminou em segundo por ter recebido um cartão vermelho a mais.

FICHA TÉCNICA

Bahia 4x1 Náutico - 8ª rodada da Copa do Nordeste 
Estádio de Pituaçu (Salvador)

Bahia | Anderson, João Pedro (Nino Paraíba), Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba; Ronaldo, Flávio (Daniel) e Rodriguinho (Marco Antônio); Élber (Elton), Clayson e Gilberto (Fernandão). Técnico: Roger Machado

Náutico |  Jefferson, Hereda, Carlão, Rafael Ribeiro e, Wilian Simões (Erick Daltro); Jhonnatan (Lucas Paraíba), Luanderson (Rhaldney) e Bryan (Jorge Henrique); Thiago, Erick (Salatiel) e Kieza. Técnico: Gilmar Dal Pozzo

Gols |  Élber, aos 3 minutos, Rodriguinho, aos 26 do 1º tempo; Kieza, a 1 minuto, Fernandão, aos 12, e Nino Paraíba, aos 31 minutos do 2º tempo
Cartão amarelo |  Flávio; Kieza
Cartão vermelho | Carlão 
Arbitragem | Denis da Silva, auxiliado por Esdras Mariano e Pedro Santos (trio de Alagoas)
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas