Em noite inspirada de Rodriguinho, Bahia goleia o Fortaleza: 4x0

e.c. bahia
20.02.2021, 23:01:00
Atualizado: 20.02.2021, 23:19:47
Rodriguinho faz três gols e o Bahia vence o Fortaleza no estádio Castelão (Felipe Santana / ECBAHIA)

Em noite inspirada de Rodriguinho, Bahia goleia o Fortaleza: 4x0

Camisa 10 marcou três gols e Rossi fechou o placar no Castelão

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Ele estava devendo uma boa apresentação havia muito tempo e se mostrou extremamente inspirado diante do Fortaleza. Na melhor exibição com a camisa do Bahia, Rodriguinho foi o protagonista da goleada por 4x0 na noite deste sábado (20), no estádio Castelão, na penúltima rodada do Brasileirão. Com duas assistências de Nino Paraíba, o meia marcou três gols pela primeira vez na carreira. Rossi fechou o placar.

Dono da segunda pior campanha como visitante, o Bahia não ganhava fora de casa havia mais de três meses. O último triunfo tinha sido diante do Coritiba. Antes bateu apenas o Botafogo. O tricolor escolheu a hora certa para quebrar o jejum. O resultado fez o time somar 41 pontos, ultrapassar o próprio Fortaleza e ficar na 15ª colocação. 

O Bahia pode se livrar do rebaixamento ainda nesta rodada. Para isso, Vasco e Goiás não podem vencer seus jogos no domingo (21). A equipe carioca visita o Corinthians, às 16h, no Itaquerão. Já a goiana recebe o Bragantino, às 20h30, no estádio Serrinha. 

SEM DEMORA

O torcedor do Bahia comemorou logo no começo do jogo. Rodriguinho balançou a rede aos seis minutos da etapa inicial na primeira investida da equipe baiana. Ronaldo tocou para Nino, que teve liberdade para avançar e cruzar na medida. Sem marcação, Rodriguinho, de cabeça, abriu o placar no Castelão: 1x0. 

O Fortaleza reagiu na sequência. Após cobrança de falta, Paulão apareceu dentro da pequena área para protagonizar o melhor lance dos donos da casa no primeiro tempo. O chute explodiu no travessão para a sorte do goleiro Douglas.

A equipe cearense sentiu o gol sofrido e, apesar de ter tido mais posse de bola, não conseguiu se impor. Em vantagem no marcador, o Bahia optou muitas vezes pelo contra-ataque, a exemplo de quando Rodriguinho lançou Gilberto, que bateu no centro do gol.

Em outra oportunidade, Rodriguinho tocou para Matheus Bahia e Gilberto novamente finalizou. Nas duas vezes, a bola ficou com o goleiro Felipe Alves. O Fortaleza respondeu novamente na bola parada. Juninho cobrou falta e David, de cabeça, mandou pra fora.  

CAMISA 10 INSPIRADO

A primeira investida da etapa final foi do Bahia. Rodriguinho tocou para Ronaldo e o volante carimbou a trave. O Fortaleza voltou melhor após o intervalo e respondeu em seguida. Primeiro, Romarinho isolou, mas depois Douglas precisou trabalhar para evitar o empate. Felipe chutou forte e exigiu boa defesa do goleiro tricolor. Na sequência, Juninho cobrou falta no canto, mas Douglas conseguiu espalmar. 

O Fortaleza até esboçou uma reação, mas a noite era do Bahia. O Esquadrão chegou ao segundo gol aos 16 minutos da mesma forma que abriu o placar. Nino Paraíba cruzou com esmero e Rodriguinho, de cabeça, estufou a rede do Castelão outra vez: 2x0.

A partida ainda reservava mais uma comemoração para o camisa 10. Rossi recebeu passe de Nino, entrou na área, cortou Felipe, foi puxado pela camisa e caiu na área. O jogador do Fortaleza foi expulso e Rodriguinho pegou a redonda para bater o pênalti. Felipe Alves defendeu a cobrança, mas no rebote o meia não desperdiçou. Aos 20 minutos, marcou o nono gol dele com a camisa do Bahia e festejou o hat-trick no Castelão: 3x0. 

Rodriguinho não apenas marcou três gols como ainda sofreu um pênalti. Ele invadiu a área, cortou Paulão e foi derrubado pelo zagueiro. Dessa vez, ele cedeu a cobrança para Rossi, que deu números finais ao jogo no Castelão: 4x0.

FICHA TÉCNICA

Fortaleza 0x4 Bahia - 37ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro

Fortaleza: Felipe Alves, Gabriel Dias (Tinga), Quintero, Paulão e Bruno Melo; Felipe, Juninho e Luiz Henrique (Mariano Vázquez); David (Bergson), Wellington Paulista (Ronald) e Romarinho (Osvaldo). Técnico: Enderson Moreira.

Bahia: Douglas, Nino, Ernando (Juninho), Lucas Fonseca e Matheus Bahia; Patrick, Gregore e Ronaldo; Rodriguinho (Juninho Capixaba), Gilberto (Gabriel Novaes, depois Daniel) e Rossi (Thiago). Técnico: Dado Cavalcanti.

Estádio: Castelão, em Fortaleza
Gols: Rodriguinho, aos 6 minutos do 1º tempo, aos 16, e aos 20 do 2º tempo; Rossi, aos 34 do 2º tempo.
Cartão amarelo: Ronaldo, Matheus Bahia, Luiz Henrique, Gabriel Dias, Mariano Vázquez
Cartçao vermelho: Felipe
Arbitragem: Luiz Flávio de Oliveira, auxiliado por Danilo Ricardo Simon Morais e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas