Em rebelião, detentos fazem agentes penitenciários reféns no Amazonas

brasil
02.05.2020, 10:54:00
Atualizado: 02.05.2020, 10:55:10

Em rebelião, detentos fazem agentes penitenciários reféns no Amazonas

Unidades prisionais do estado estão com visitas suspensas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Uma rebelião em um presídio de Manaus (AM) deixou sete agentes penitenciários como reféns. De acordo com o G1, a rebelião foi iniciada por detentos da Unidade Prisional do Puraquequara, na manhã deste sábado (2), por volta das 6h. 

Os detentos teriam serrado a grade de duas celas e avançado nos agentes. Ao G1, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Amazonas (Seap) informou que equipes como o Grupo de Intervenção Penitenciária (GIP), forças de segurança da Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros estão no local. Até o momento, não havia informações sobre mortos. 

O motim teria sido provocado para reivindicar melhores condições no local. Desde o dia 13 de março, o estado do Amazonas suspendeu as visitas aos presídios para prevenir o coronavírus nas unidades. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas