Em simulação do Fifa, Brasil cai pra Bélgica; França leva a Copa

esportes
30.05.2018, 14:38:00
Em simulação do Fifa 2018, Brasil é eliminado para a Bélgica nas quartas de final (Foto: Reprodução )

Em simulação do Fifa, Brasil cai pra Bélgica; França leva a Copa

Time do técnico Tite para nas quartas de final com 2x0 para os belgas em game

A Copa do Mundo ainda não começou, mas em uma simulação do Fifa 2018 a competição para o Brasil não acabou nada bem. Na aposta do game, o time de Tite, Neymar e companhia acabou eliminado pelo Bélgica nas quartas de final. A França foi grande campeã e levantou o caneco.

Para fazer a simulação, o Fifa usou o DLC da Copa do Mundo, disponibilizado na terça-feira (29), nas plataformas PlayStation 4, Xbox One, PC e Nintendo Switch. As partidas foram realizadas desde a frase de grupo até a decisão com todas as estatísticas dos jogadores atualizadas.

Seleções como Argentina, Inglaterra e Portugal se despediram do torneio nas oitavas de final. Nas quartas, além do Brasil, Uruguai e Colômbia também foram eliminadas. As semifinais foram formadas com os confrontos entre França e Bélgica, vencida pelos franceses por 2x1, e Alemanha x Espanha, com os atuais campeões do mundo levando a melhor por 3x1.

Na decisão, a partida terminou empatada em 1x1 no tempo normal, mas a França venceu nos pênaltis por 4x3 e conquistou o título. Vale lembrar que a EA Sports, produtora que desenvolve o Fifa, acertou a previsão nas duas últimas copas quando apontou através da simulação que Espanha (2010) e Alemanha (2014) ficariam com os títulos.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas