Empreendedor cria 'Bosta em Lata' e ensina técnicas para vender

economia
04.12.2017, 05:10:00
Atualizado: 04.12.2017, 14:50:52
Leonardo de Matos, criador do adubo orgânico Bosta em Lata   (Acervo Pessoal )

Empreendedor cria 'Bosta em Lata' e ensina técnicas para vender

Leonardo aposta no bom humor e no estudo do perfil de cada cliente

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Relato: Leonardo de Matos, criador do adubo orgânico Bosta em Lata  

"A minha história de vendas começou, de fato, depois que eu quebrei, em 2011. Pensei ‘como vou me recuperar?’ e fui descobrindo o meu talento: vendas e criatividade. Trabalhava com o ramo de confecção e continuei. Com frequência ouvia dos meus clientes ‘você vende até bosta em lata; você vende fósforo queimado’. Cheguei para a minha esposa, há três anos e meio, e disse ‘vou vender bosta em lata. você compraria?’. Ela disse que não. Isso foi uma mola propulsora. ‘É agora que vou vender esse trem’. E foi assim: primeiro veio o nome, depois eu vi o que poderia ser. Depois dessa decisão comecei a desenvolver o produto já pensando na venda. Além disso, passei a estudar mais empreendedorismo – hoje me considero vendedor e empreendedor. Tudo isso me ajudou no desenvolvimento do ‘Bosta em lata’. No que diz respeito às vendas, cada um tem um hábito, um perfil. Eu sou mais expansivo, então uso do bom humor para vender. Porém, isso também tem 
que ter limites ou você pode ofender pessoas. Antes de abordar eu preciso identificar aquele cliente, porque aí sei a maneira que vou vender. Eu uso uma técnica que é o 10-5-10: passo 10 minutos conversando com o cliente, 5 vendendo e nos outros 10 continuo a conversar sobre a vida. Vender é se relacionar e o meu produto é isso. Você precisa saber o que vende e ouvir mais do que falar."

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas