Empresário paga R$ 42 mil em máscara de ouro que não protege contra o coronavírus

em alta
14.11.2021, 15:11:46

Empresário paga R$ 42 mil em máscara de ouro que não protege contra o coronavírus

Ricaço teve que guardar a peça pois estava chamando muita atenção

As máscaras de pano ou algum material médico não eram boas o bastante para um milionário da região de Calcutá, na Índia. Mais que se proteger da covid-19, ele estava interessado em ostentar. Para isso, encomentou com um joalheiro um ítem de proteção com pequenos pedaços de ouro, totalizando 108 gramas. 

No entanto, a peça, avaliada em R$ 42 mil, não o protege da covid-19. Por conta de seu design, diversos buracos visíveis aparecem, por onde o vírus pode trafegar sem nenhuma barreira.

O empresário, que não teve o nome revelado, exibiu a peça em público durante o Durga Puja, uma festividade religiosa hindu. Só que a ostentação foi tanta que a máscara se tornou a grande atração da festa. Receoso, ele achou melhor retirar a peça, contou o "India.com".

A jornalista Rituparna Chatterjee fotografou a peça e postou no Twitter: "Qual é o objetivo disso?" As críticas se multiplicaram nas redes sociais.

"Demonstração de riqueza vulgar sem qualquer sensibilidade ou preocupação com os milhares que perderam suas vidas para a doença, independentemente de quanta riqueza eles tinham. E aqueles empobrecidos por ela", postou um internauta.

O empresário se defendeu em entrevista ao jornal "Anandabazar Patrika". Ele disse simplesmente que aprecia joias e que usa vários cordões e aneis de ouro. A máscara dourada seria apenas "mais uma" peça a compor o seu costumeiro visual.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas