Enderson elogia eficiência do Bahia no Piauí e critica calendário

e.c. bahia
03.03.2019, 05:00:00
Gilberto, Flávio, Ramires e Arthur Caíke comemoram gol do Bahia contra o Altos (Vianey Moura / Divulgação)

Enderson elogia eficiência do Bahia no Piauí e critica calendário

Tricolor fará a sétima partida seguida fora de casa na Quarta-feira de Cinzas, pela Copa do Brasil

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Bahia deixou Teresina com uma goleada de 5x0 sobre o Altos e um pouco de tranquilidade na bagagem após o jogo deste sábado (2), pela Copa do Nordeste. Após o placar elástico, o técnico Enderson Moreira destacou a eficiência da equipe, além de criticar o calendário e evitar empolgação por causa do placar elástico.

“O mais importante é que a gente conseguiu ser extremamente eficiente. Acho que, mais do que qualquer outra coisa, o que eu ressalto é isso. A gente vem criando boas oportunidades e não conseguia concluir, transformar essas oportunidades em gol. E hoje a gente foi bem eficiente, o que traduziu nesse placar”, analisou Enderson logo após a partida no estádio Albertão, em Teresina.

O time vem de seis partidas seguidas como visitante e terá mais uma na Quarta-feira de Cinzas (6), contra o Santa Cruz-RN, na Arena das Dunas, em Natal. É jogo único, válido pela segunda fase da Copa do Brasil. Quem vencer avança para a terceira fase e, em caso de empate, a vaga será decidida nos pênaltis.

“São muitos jogos em sequência, a gente tinha certeza que não ia conseguir fazer todos. Tem que em alguns momentos usar uma equipe alternativa, uma equipe reserva, usamos o time B. É difícil. Eu olho o calendário de março e joga todo meio de semana e todo fim de semana”, comentou o treinador tricolor.

“A gente tem uma decisão quarta-feira, jogo fora de casa novamente, a gente fecha a sétima partida fora. São viagens desgastantes, não é fácil. Precisa estar muito concentrado, muito atento. A Copa do Brasil é uma competição muito importante também, como o Campeonato Baiano, como a Copa do Nordeste. A gente está assim: a cada instante, toma algumas decisões tentando privilegiar ao máximo as competições”, declarou Enderson.

Questionado sobre que mensagem gostaria de passar para o torcedor do Bahia, o treinador enalteceu a capacidade do time de criar chances de gol, mas ponderou que não se deixa empolgar pela goleada de 5x0 no Altos. “Eu trabalho para o Bahia não é com uma coisa imediata. Estou fazendo todo esse processo de preparação para que a equipe possa tomar corpo principalmente nos momentos decisivos. Então, como qualquer outra equipe no Brasil, a gente vai ter alguns momentos de dificuldade. Não falar que a gente tem o ataque mais positivo do país e tem o artilheiro do Brasil, mas a equipe é talvez a que mais cria situação de gol hoje no Brasil, se tratando das equipes de Série A”, disse Enderson, referindo-se aos 28 gols anotados pelo Esquadrão em 15 partidas na temporada e aos 11 gols de Gilberto no ano.

“A gente não está achando que está tudo maravilhoso, mas também não está péssimo, não está horrível como algumas pessoas buscam falar. A gente está num caminho que eu acho que é correto, mas sabe que precisa melhorar muito coisa, tem muita consciência disso. A gente não sai do resultado achando que está tudo bom”, concluiu Enderson Moreira.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas