Eron decide de novo nos minutos finais e Vitória bate o Conquista

e.c. vitória
02.02.2020, 18:04:00
Atualizado: 02.02.2020, 20:07:41
Nuno observa Nonato sendo marcado por Carlos (Luciana Flores / ECPP VC)

Eron decide de novo nos minutos finais e Vitória bate o Conquista

Time de aspirantes do Leão volta a vencer após dois empates no Baiano

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Vitória voltou a vencer no Campeonato Baiano neste domingo (2). O time de aspirantes do rubro-negro bateu o Vitória da Conquista por 2x1, no Lomanto Júnior, pela 4ª rodada do estadual. A equipe de Agnaldo Liz vinha de dois empates, contra Fluminense de Feira e Juazeirense. Com o resultado, foi a 8 pontos, mesmo número do novo líder Atlético de Alagoinhas e do Bahia, que estão na frente por causa do saldo de gols (3 a 2).

RESUMÃO

O time de aspirantes do Leão venceu, apesar de seguir sem empolgar o torcedor. Por ter sido o quarto duelo da equipe em 2020, esperava-se ritmo de jogo e mais entrosamento. No entanto, o Vitória da Conquista foi superior e teve a chance de abrir boa vantagem no primeiro tempo, já que perdeu pênalti e outras chances. Na etapa final, mesmo ante um Bode desajustado, o Leão não conseguiu se impor. Mas foi letal, com gol decisivo marcado aos 44 minutos.

QUEM BROCOU?

O estreante Levi abriu o placar para o Vitória aos 13 minutos do 1º tempo. Ele recebeu passe de Figueiredo e chutou cruzado. O goleiro Lucas tentou afastar e colocou a bola para dentro. Nonato empatou aos 42, quando Rafinha costurou a defesa pela esquerda e cruzou para o camisa 9 só empurrar.

O gol decisivo do jogo foi de Eron, aos 44 minutos da etapa final. O camisa 9 rubro-negro recebeu passe caprichado de Renzo, após bela jogada individual do meia, e chutou na saída do goleiro.

NONATO SE REDIMIU

O veterano camisa 9 do Vitória da Conquista, de 40 anos, foi um personagem da partida. Para começar, perdeu pênalti aos 38 do 1º tempo, defendido por João Pedro. A torcida começou a vaiá-lo e a pedir Tatu, seu reserva. Só que aos 42 o centroavante se redimiu ao fazer o primeiro gol dele pelo Bode.

O DESTAQUE

Assim como todo o time de aspirantes, o atacante Eron teve mais uma atuação abaixo do que se esperava. Mas foi novamente decisivo: num lance de capricho, fez o gol da vitória aos 44 minutos do 2º tempo. É um dos artilheiros do Campeonato Baiano, com três gols, empatado com Deon, do Bahia de Feira, e Marcelo Nicácio, do Fluminense.

PRIMEIRO TEMPO

O Bode foi superior em toda a primeira etapa. Numa atuação apagada de Nickson e do trio de ataque, o Leão só produziu mesmo o gol de Levi - que estava impedido ao receber o passe de Figueiredo. Do outro lado, o Vitória da Conquista dominou a posse de bola e foi pressionando com alguma naturalidade. Aos 38, Danúbio caiu na área após dividida com o goleiro João Pedro. O árbitro deu pênalti, questionável. Nonato cobrou, João Pedro pegou. A equipe do interior manteve-se superior até conseguir o empate quatro minutos depois.

SEGUNDO TEMPO

A etapa final foi de um nível técnico mais baixo. O time da casa perdeu jogadores importantes por cansaço, como o atacante Rafinha, e se desajustou em campo. O Vitória, apesar das mudanças no meio e no ataque, não conseguiu se impor. Só um lance chamou a atenção: aos 44 minutos, Renzo, um dos que entraram, fez jogada individual e deixou Eron na cara do gol para marcar.

PRÓXIMOS JOGOS

O time de aspirantes do Vitória só voltará a campo no dia 15 de fevereiro, pela 5ª rodada do Baiano, quando receberá o Atlético de Alagoinhas no Barradão. Antes, o time principal terá dois jogos: o Ba-Vi pela Copa do Nordeste, no dia 8, na Fonte Nova, e o confronto em duelo único pela 1ª fase da Copa do Brasil contra o Imperatriz-MA, fora de casa, no dia 11.

FICHA TÉCNICA

Vitória da Conquista 1x2 Vitória - 4ª rodada do Campeonato Baiano 2020

Vitória da Conquista: Lucas Gomes; Tiago Baiano, Rhamon Mexicano, Sílvio e Otávio; Fagner, Nattan (Caio Jambeiro), Dinda e Rafinha (Tatu); Danúbio e Nonato (Léo Russo). Técnico: Elias Borges.
Vitória: João Pedro; Wellisson, Carlos, Nuno e Gabriel Gomes; Gabriel Bispo (Renzo), Figueiredo e Nickson (Gabriel Santiago); Levi, Eron e Caíque Souza (Negueba). Técnico: Agnaldo Liz.
Gols: Levi, aos 13, e Nonato, aos 42 minutos do 1º tempo; Eron, aos 44 minutos do 2º tempo.
Local: Estádio Lomanto Júnior, em Vitória da Conquista (BA).
Cartão amarelo: Gabriel Bispo e Nuno (Vitória).
Cartão vermelho: Sílvio (Vitória da Conquista)
Arbitragem: Reinaldo Silva de Santana, auxiliado por Carlos Eduardo Bregalda Gussen e Wesley Silva Santos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas