Escola municipal na Cidade Baixa terá capacidade ampliada em quase 300%

salvador
12.04.2022, 11:57:00
(Foto: Betto Jr./Secom)

Escola municipal na Cidade Baixa terá capacidade ampliada em quase 300%

A ordem de serviço para início imediato da reconstrução da unidade de ensino foi assinada

A Escola Municipal Carmelitana do Menino Jesus, situada na Praça Comandante Eliziário Barbosa, no bairro do Uruguai, começa a abandonar a antiga estrutura em situação precária para dar lugar a um novo imóvel, mais seguro, bonito, ampliado e confortável para alunos, professores e colaboradores. A ordem de serviço para início imediato da reconstrução da unidade de ensino foi assinada no próprio local nesta terça-feira (12), pelo prefeito Bruno Reis, acompanhado do titular da Secretaria Municipal da Educação (Smed), Marcelo Oliveira, demais gestores e autoridades.

Com investimento orçado em aproximadamente R$9,8 milhões, a intervenção vai ampliar a oferta de vagas na rede, permitindo que a escola atenda 730 alunos, em vez das 200 vagas oferecidas hoje. O prédio atual dará lugar a um empreendimento de 2.837,11 m² de área construída, permitindo a ampliação dos atuais cinco para 22 salas de aula.

(Foto: Betto Jr./Secom)
(Foto: Betto Jr./Secom)
(Foto: Betto Jr./Secom)

“A antiga Escola Carmelitana do Menino Jesus possuía um padrão construtivo que não oferece mais a qualidade da educação que nós queremos oferecer em Salvador. Por exemplo, havia telhas em amianto que causavam sofrimento com infiltrações em período de chuva e calor nos dias de sol, além de problemas hidráulicos e elétricos. Aqui será construído um prédio com novas salas climatizadas e toda a infraestrutura para seguirmos avançando na cidade, no sentido de oferecer a melhor educação para as crianças”, declarou Bruno Reis.

Além disso, a estrutura terá quadra poliesportiva coberta, sanitários para alunos da Educação Infantil e Ensino Fundamental, sanitários PCD masculino e feminino (adulto e infantil), vestiários, acessibilidade completa, vestiário, cozinha, depósito de merenda, depósito de material didático, refeitório e mais uma série de ambientes para que a comunidade escolar seja bem atendida. 

O titular da Smed salientou que a nova construção também está em sintonia com a sustentabilidade e a preservação ambiental. “Todas as salas de aula terão ar condicionado com renovação de ar. O prédio terá implantação de sistemas de captação de energia solar e de reutilização de água pluvial. São melhorias que beneficiam nossos alunos, professores, equipes gestoras, enfim, toda comunidade escolar”, pontuou Oliveira.

Expectativa 
O diretor da escola, Jaime Silva, ressaltou a importância da obra para toda a região, por ser a escola um espaço de acolhimento da comunidade. “Sempre tivemos dificuldades, principalmente com alagamentos e infiltrações. Com essa obra, esperamos algo maravilhoso, até porque a escola é bem-vista pelos moradores e, ao ter mais salas, vamos ampliar o atendimento e a vivência com a comunidade. O retorno deverá ser muito bacana para todos”.

Mãe da aluna Nicole, de 9 anos, a dona de casa Valquíria Pereira, 41 anos, ressaltou a expectativa pela nova unidade de ensino. “Estou muito feliz pelo que vai acontecer na escola, já estava na hora de ser feita essa mudança. Não tinha muito espaço para as crianças fazerem as refeições e nem para brincar. Moro aqui há muitos anos, já estudei no colégio e coloquei minha filha aqui porque a direção e os professores são muito bons. A expectativa é a melhor possível”, declarou.

Provisório 
Enquanto ocorrem as obras de reconstrução, as aulas são realizadas na Organização do Auxílio Fraterno (OAF), na Liberdade. Foi disponibilizado ônibus escolar para o transporte dos estudantes. De acordo com o titular da Smed, já está sendo providenciada uma nova estrutura no Uruguai, mais próxima de onde os alunos residem, para a realização das atividades.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas