Escritora Vanessa Brunt lança Depois Daquilo neste sábado (28)

variedades
28.07.2018, 05:50:00
Atualizado: 14.08.2018, 11:58:33
(Divulgação)

Escritora Vanessa Brunt lança Depois Daquilo neste sábado (28)

Com crônicas, frases e poesias intercaladas, a obra reflete sobre ética, sucesso e relacionamentos atuais

Se você está passando ou acabou de enfrentar algum momento difícil, o livro Depois Daquilo (Chiado Editora, 578 páginas) é para você. Com crônicas, frases e poesias intercaladas, a obra - que reflete sobre ética, sucesso e relacionamentos atuais - será lançada neste sábado (28), em Salvador. O evento, acompanhado de sessão de autógrafos, acontece na Livraria Cultura do Salvador Shopping, a partir das 16h.

“É um compilado de desabafos que vêm de lições e impressões do mundo contemporâneo. Em um momento em que o traído é o que leva chacota, esse é um lembrete de que, no fundo, os mais fortes são os que sentem”, resume a escritora e blogueira Vanessa Brunt, 23 anos.

(Foto: Divulgação)

Como próprio nome já diz, Depois Daquilo reflete sobre os ganhos da vida, principalmente após as perdas. “É sobre legado e sobre relações. É sobre o lembrete de que caráter não é exatamente sobre a cicatriz, mas sim sobre o que fazemos depois dela. Maturidade é não desistir de sentir”, acrescenta ela, que está finalizando a faculdade de jornalismo e faz parte da equipe de Cultura do CORREIO.

Apesar de jovem, Vanessa já lançou outros quatro livros com contos, poemas, crônicas e poesias. Ela faz parte da nova geração de jovens escritores baianos que cresceu na internet - no seu blog (semquases.com), por exemplo, publica vários textos e resenhas. 

(Foto: Reprodução)

Em seus escritos, Brunt mescla crônicas e histórias com personagens e lições de moral, além de frases (veja abaixo) - que têm tudo a ver com o formato web. “Sempre tive uma pegada confessional. Falo do que vivi, mas de uma forma mais poética. Prefiro transformar a dor em outras coisas”, explica. 

Nessa obra, entretanto, ela foi um pouco mais dura e realista. “Acabei cuspindo muita coisa. Apesar de ter metáforas, tem um lado muito literal. A dor faz parte de tudo, o que não faz parte é se acomodar com ela. Mas a gente não deve ignorar a releitura de algo só porque doeu. Às vezes, é do luto que vem a maior flor”, reflete. 

A finalização do projeto, inclusive, culminou com o término de um relacionamento conturbado. “No começo do ano, estava com uma pessoa que tinha valores totalmente diferentes dos meus. Percebi ali que amor próprio não é só a gente olhar no espelho e se aceitar: é também você se cercar de pessoas e coisas boas. Coisas que não nos desviam dos nossos princípios e sonhos”, afirma. 

A obra também faz parte do processo de autoconhecimento e reflexão da poetisa sobre as relações de hoje. “A nossa geração vive tudo muito rápido. Tem muita gente que acha que independência é sinônimo de solidão e desapego. Mas quero mostrar que somos melhores se soubermos nos entregar aos momentos. Defendo ainda que ser leve é, na verdade, levar alguma coisa de cada situação, com intensidade, e não tentar descartar para sorrir com urgência”, ressalta a escritora.

Ela reuniu ainda outras experiências pessoais relacionadas às perdas para construir a obra. “Sem exigência de uma leitura linear, os textos são frutos de vivências minhas e de trocas de conselhos com amigos e com a minha família. Por isso, creio que todo mundo vai se identificar de alguma forma”, pontua.

Outro indício de que o livro é para todas as idades é que suas inspirações vão desde a escritora Martha Medeiros até a cantora Taylor Swift: “A Marta é mais direta e a Taylor mais poética e cheia de entrelinhas. Na crônicas, você se debruça nas pequenas histórias. Entre uma e outra, há algumas frases e poemas, um pouco mais dinâmicos”, justifica.

Após o lançamento na capital baiana, Vanessa leva a obra para Bienal do Livro, dia 9 de agosto, em São Paulo. “A maior parte dos meus leitores fiéis está em São Paulo, Curitiba e no Rio de Janeiro, mas amo a minha terra e meus leitores daqui, que são muito próximos”, conta.

Serviços dos lançamentos

  • Lançamento em Salvador

Data: 28/07/2018 (sábado)
Horário: A partir das 16h
Local: Livraria Cultura do Salvador Shopping
Entrada gratuita.
Valor do livro: R$ 33 (578 páginas)
Com sessão de autógrafos.
Editora: Chiado Editora

  • Lançamento na Bienal do Livro, em São Paulo

Data: 09/08/2018 (quinta)
Horário: A partir das 16h
Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi (no stand da Chiado Editora)
Ingresso para entrada no evento: R$ 12,50 (meia) | R$ 25 (inteira)
Valor do livro: R$ 33 (578 páginas)
Com sessão de autógrafos.
Editora: Chiado Editora


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/atiraram-pelas-costas-e-pisaram-na-cabeca-diz-familiar-de-estudante-morto-pela-pm/
Parentes de João Guilherme, 15, protestaram em sede de CIPM na Cidade Baixa
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/mulher-voa-apos-ser-atingida-por-touro-durante-rodeio-no-ms-assista/
De costas, vítima não viu aproximação de animal durante 'brincadeira'
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/youtube-anuncia-mudancas-na-monetizacao-e-na-producao-de-conteudo-infantil/
Novidades passam a valer em janeiro; canais de pequenos produtores serão os mais afetados
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/jovem-acusado-de-agredir-estudante-em-ondina-vira-reu/
Segundo o MP, Guilherme teria espancado Cayan por vingança  
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/homem-cai-de-passarela-e-e-salvo-por-onibus-em-lauro-de-freitas-assista/
Vítima ficou com ferimento no maxilar e foi resgatada com ajuda de populares
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/oxumare-faz-ato-ecumenico-em-defesa-das-florestas-e-da-tolerancia-religiosa/
Celebração contou com a participação de representantes de cinco religiões
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/antes-de-jogar-carro-contra-caminhao-pai-manda-filho-gravar-video-adeus-mae/
Garoto e o pai, que não aceitava fim de casamento, morreram na batida
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/morre-em-sp-o-cantor-portugues-roberto-leal-aos-67-anos/
O cantor vinha há dois anos tratando um câncer de pele, e teve complicações na última semana
Ler Mais