Espetáculo utiliza da ironia e humor para discutir a democracia racial

entretenimento
14.07.2018, 10:00:00
(Foto: Divulgação)

Espetáculo utiliza da ironia e humor para discutir a democracia racial

Peça Isto Não É Uma Mulata acontece neste fim de semana, no Espaço Cultural da Barroquinha

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Ironia, humor, cultura pop e umas pitadas de desconforto. Esses são alguns dos ingredientes que invadem o Espaço Cultural da Barroquinha, hoje (14) e amanhã (15), às 19h, com o espetáculo Isto Não É Uma Mulata. A peça, que fica por R$ 20 e R$ 10, leva a assinatura e atuação de Mônica Santana, utiliza da ironia e humor, em um monólogo repleto de encenações, no intuito de provocar reflexões sobre a representação da mulher negra.

Ao abordar as fragilidades do mito da democracia racial brasileira, a artista utiliza depoimentos pessoais em mesclagem com performances e referências a elementos da cultura pop. 

Mônica Santana mistura teatro com histórias reais ao desabafar no palco sobre opressões
(Foto: Divulgação)

MAIS ARTES
A apresentação integra a programação da ocupação artística, feminista e negra Fórum Obìnrin, que objetiva fortalecer visibilidade das produções de artistas negras contemporâneas. A mostra envolve espetáculos, performances, exposição, conferências e residência artística.

Quem passar mais cedo pelo local (entre as 13h e 19h), pode conferir, por exemplo, a exposição Obínrin, que apresenta uma instalação e registros de performances que tiveram como objetivo trazer a memória das três Iyás fundadoras do candomblé da Barroquinha: Iyá Nassô, Iyá Kala e Iyá Adeta.

SERVIÇO
Espaço Cultural da Barroquinha.
Espetáculo: Hoje e amanhã, às 19h.
Ingressos: R$ 20 | R$ 10.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas