Estacionamento em shoppings começa a ser cobrado amanhã; veja preços

salvador
21.06.2015, 11:47:00
Atualizado: 21.06.2015, 11:54:48

Estacionamento em shoppings começa a ser cobrado amanhã; veja preços

Mudança é polêmica e promete revolucionar os hábitos de compras e lazer dos soteropolitanos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Começa nesta segunda-feira (22) a cobrança pelo estacionamento de carros nos shoppings de Salvador. A mudança, que trouxe polêmica, promete revolucionar os hábitos de compras e lazer dos soteropolitanos. Ontem (20), o Shopping Paralela anunciou que também começará a cobrar pelo estacionamento a partir de amanhã.

Estacionamento em shoppings começa a ser cobrado amanhã; veja preços
(Foto: Arquivo Correio)

O valor será de R$ 5 pelas três primeiras horas e R$ 1 por cada hora adicional. Já a tarifa para motos será de R$ 2 pelas três primeiras horas e R$ 1 por hora subsequente. Já o Shopping Bela Vista, informou, através de nota, que está se preparando operacionalmente para iniciar a cobrança, porém, sem data e preços definidos.

Os outros seis shoppings da cidade que também fazem parte da Associação Brasileira de Shoppings Centers (Abrasce) - da Bahia, Barra, Lapa, Piedade, Salvador e Salvador - também começam a cobrança a partir de amanhã. O Itaigara e o Passeo Itaigara não cobrarão.

A medida só foi liberada após decisão do Supremo Tribunal Federal, não restando mais possibilidade de a prefeitura recorrer. A cobrança está sendo regulada, inicialmente, por um Termo de Acordo e Compromisso (TAC) assinado entre os shoppings e a prefeitura.

O TAC cobra dos estabelecimentos vigilância eletrônica, reforço na segurança dos estacionamentos e também estabelece 30 minutos de tolerância para iniciar a cobrança. Como contrapartida, os estabelecimentos terão que construir 30 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), que devem atender a 15 mil crianças, além de implantar um centro de monitoramento de trânsito e instalar semáforos inteligentes em vários corredores da cidade.

Os sindicatos dos Comerciários e dos Bancários querem evitar que funcionários de shoppings paguem as taxas de estacionamento. “Não é justo que cobrem aos trabalhadores. É um direito deles poder parar nos shoppings que trabalham”, disse o presidente do Sindicato dos Comerciários, Joelson Dourado.

Já o presidente do Sindicato dos Bancários, Augusto Vasconcelos, diz que já existe um pedido formal para que os estabelecimentos isentem a cobrança dos funcionários. “Estamos articulando com o sindicato dos Comerciários uma saída. E também vamos entrar com uma ação no Ministério Público do Trabalho”, informou. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas