EUA aconselha quem viajar ao Brasil estocar água e itens domésticos

mundo
25.05.2018, 12:07:27
Atualizado: 25.05.2018, 12:22:14

EUA aconselha quem viajar ao Brasil estocar água e itens domésticos

Comunicado divulgado pelo Departamento de Estado alertou para os efeitos causados pela greve dos caminhoneiros

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Departamento de Estado americano emitiu nesta quinta-feira (24) um comunicado de segurança alertando quem for visitar o Brasil. Por conta da greve dos caminhoneiros nas rodovias brasileiras, o governo americano recomendou os visitantes estocarem água e itens de uso doméstico.  

De acordo com informações do site Veja, a nota também recomenda, entre outras ações, que viajantes chequem as condições de trânsito antes de viajar, contatem empresas aéreas para confirmar voos e revisem seus planos pessoais de segurança.

(Foto: Reprodução/Twitter)

Equivalente ao Ministério das Relações Exteriores no Brasil, o Departamento de Estado americano, usou o Twitter para transmitir a mensagem: “[Viajantes] considerem adotar medidas para garantir estoque adequado de itens para uso doméstico e água e conservar combustível para veículos nesse período”.

O comunicado diz que a greve dos caminhoneiros está interrompendo a distribuição normal de combustível e de bens em todo o país e destaca que cidades do interior do Brasil, em locais mais distantes de refinarias e de centros de distribuição de comida, devem sofrer mais impacto do que outras. “Uma vez resolvida [a paralisação], pode demorar algum tempo para que os suprimentos retornem a níveis normais – especialmente em cidades mais distantes de centros de distribuição de comida e de combustível”, diz o texto.

O departamento também cita que o governo do Brasil está mantendo reuniões com os caminhoneiros para solucionar o impasse.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas