EUA em breve serão o principal exportador de petróleo do planeta

economia
12.03.2019, 10:47:00
Atualizado: 12.03.2019, 10:54:33

EUA em breve serão o principal exportador de petróleo do planeta

Os Estados Unidos continuarão a bombear mais petróleo e se tornarão principal exportador até 2021

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


 

O boom de gás e petróleo de xisto, tecnicamente conhecido  como petróleo de folhelho, provocou uma verdadeira revolução nos Estados Unidos.

O país vai se tornar o principal exportador até 2021, ultrapassando a Arábia Saudita nos mercados mundiais.

A afirmação é da Agência Internacional de Energia em seu relatório anual divulgado nesta segunda-feira.

Essa nova situação alterou os mercados mundiais de petróleo, causando uma superabundância de oferta e a consequente queda nos preços do petróleo em meados de 2014, da qual o setor ainda está lutando para se recuperar.

Até 2024, os Estados Unidos continuarão a alimentar 70% do crescimento global das capacidades de produção de petróleo, com um adicional de 4 milhões de barris por dia (mbd), de acordo com a Agência.

E entidade também estima que o Brasil e a Noruega também vão aumentar suas exportações de petróleo ao longo dos próximos cinco anos e contribuirão para modificar a geografia global do petróleo. Com informações da AFP.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas