EUA querem quadruplicar devolução de imigrantes ao México

mundo
31.03.2019, 09:59:16

EUA querem quadruplicar devolução de imigrantes ao México

Donald Trump quer diminuir o número de cidadãos centro-americanos que chegam ao país

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

As autoridades de fronteira dos Estados Unidos têm como objetivo quadruplicar o número de solicitantes de asilo que são devolvidos a cada dia ao México, em meio a esforços do presidente Donald Trump para evitar o crescente número de cidadãos centro-americanos que chegam ao país. A informação foi revelada por um funcionário do governo, que falou sob condição de anonimato à Associated Press.

Este seria o projeto mais recente para aliviar um sistema de imigração que se encontra com dificuldades internas. Centenas de agentes que antes inspecionavam cargas e veículos na entrada do país foram deslocados para ajudar a transportar os imigrantes.

A secretária de Segurança Nacional, Kirstjen Nielsen, pediu voluntários a agências migratórias dentro de seu departamento e enviou uma carta ao Congresso no fim da semana passada solicitando recursos e maior autoridades para deportar famílias mais rapidamente, além de se reunir com autoridades do México e da América Central.

Estes esforços ocorrem ao mesmo tempo em que Trump ameaça fechar completamente a fronteira com o México, uma medida que teria repercussões econômicas graves para ambos os países. No fim da tarde deste sábado, o presidente americano voltou a tocar no assunto via Twitter e a pedir que o governo do mexicano seja mais eficiente em suas políticas imigratórias.

O governo Trump também anunciou que estava suspendendo a ajuda a países centro-americanos, de onde partem os maiores contingentes de imigrantes.

Cerca de 60 pessoas em busca de asilo são devolvidas a cada dia ao México por meio dos portos internacionais de San Ysidro, Calexico e El Paso, de acordo com a fonte. Só são permitidos a eles voltar aos Estados Unidos na data em que têm de comparecer ao tribunal de imigração. Fonte: Associated Press.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas