Ex 'Clube da Criança', Pat Beijo ganha R$ 50 mil em uma semana no OnlyFans

em alta
03.05.2021, 08:37:00

Ex 'Clube da Criança', Pat Beijo ganha R$ 50 mil em uma semana no OnlyFans

Apresentadora vende fotos sensuais

Sucesso nos anos 90 apresentando o "Clube da Criança", Patricia Kiss, a famosa Pat Beijo, agora tem brilhado com o público adulto no OnlyFans. Pat, aos 41 anos, já recebeu R$ 50 mil em apenas uma semana vendendo fotos sensuais no site especializado.

Em conversa com o Uol, a apresentadora, que mora em Portugal e tem duas filhas, revela que deve faturar cerca de R$ 100 mil por mês graças aos cliques ousados. Ela estreou na plataforma na semana passada.

Apesar do sucesso, Pat ainda lamenta sua saída da TV. Ela acredita que poderia ter se tonardo uma das grandes apresentadoras do país, do calibre de Xuxa e Angélica, caso tivesse seguido carreira.

Patrícia contou que acha graça no fato de as pessoas ainda se chocarem com suas fotos sensuais, associando sua imagem à de apresentadora infantil.

"Ainda existe esse estigma. Gente, já tem muito tempo que eu saí da TV e que não trabalho mais com crianças. Pelo amor de Deus, né? É engraçado, parece que a gente não cresce. As pessoas nos veem como criança ainda", contou ao Uol.

No OnlyFans, sites onde pessoas pagam para ver fotos exclusivas, Pat tem postado fotos picantes, mas nada de nudes. A intenção, diz ela, é postar fotos de fantasia e fetiches "divertidos" nos próximos dias. Ela considera a empreitada uma "brincadeira que dá muito dinheiro".

"Adoro fazer fotos. Desde pequena sou modelo e estou achando divertido. Há muita interação, e a maioria das pessoas é educada. Há mulheres que me seguem também", revela ela.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas