Ex é preso acusado de agredir e manter MC Marcelly em cárcere privado

brasil
03.05.2021, 15:58:00
(Divulgação)

Ex é preso acusado de agredir e manter MC Marcelly em cárcere privado

PM arrombou porta de casa no Rio para resgatar a funkeira

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O ex-companheiro de Marcely Almoaya da Silva, a MC Marcelly, foi preso acusado de agredir e manter a funkeira em cárcere privado por seis dias. Segundo ela, Francimar Jorge Cavalcante não aceitava o fim da relação de 11 anos.

A cantora disse em depoimento que Francimar a agrediu em abril. Ela contou que acabou o relacionamento, mas no último dia 27 foi convencida a voltar para casa. A partir daí, foi privada do celular e levada para uma viagem sem consentir. As informações são do G1.

De volta da viagem, a funkeira diz que continuou a ser mantida em cárcere, mas conseguiu fazer uma ligação para o irmão dizendo que estava trancada no apartamento de Francimar.

O irmão foi até a polícia para fazer uma denúncia e uma equipe foi até o local onde MC Marcelly estava sendo mantida. A porta foi arrobada pela Polícia Militar, depois de 50 minutos sem que ninguém atendesse aos chamados.

Mc Marcelly e Francimar estavam em um quarto da casa, onde ele a obrigou a ficar em silêncio enquanto os policiais batiam na porta. Ela começou a chorar ao ser resgatada, diante de perguntas sobre agressões sofridas.

Ambos foram levados para a 21ª Delegacia, onde o caso foi registrado, mas a investigação será da 24ª DP. Francimar já tem passagens policiais por desacato e desobediência.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas