Federação: polícia faz nova ocupação em região dominada por facções; homem morre

salvador
01.09.2017, 08:30:18
Atualizado: 01.09.2017, 12:45:33
(Alberto Maraux/SSP)

Federação: polícia faz nova ocupação em região dominada por facções; homem morre

Segundo moradores, criminosos da Bonde do Maluco (BDM) e do Comando da Paz (CP) disputam local

Moradores do Engenho Velho da Federação acordaram na madrugada desta sexta-feira (1º) com o barulho de viaturas onde estavam cerca de 50 policiais civis e militares. A Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP) informou que a operação é para combater duas facções criminosas que atuam em localidades do Engenho Velho da Federação. Segundo moradores, os criminosos da facções Bonde do Maluco (BDM) e Comando da Paz (CP) disputam o local. 

Na operação, para cumprimento de mandados de prisão e de busca e apreensão, foram capturados em flagrante suspeitos com drogas e armas. Ao CORREIO, o tenente-coronel Paulo Guerra, comandante do Batalhão de Choque da PM, informou que um homem morreu em confronto durante a operação que começou por volta das 3h. Evanilson dos Santos Conceição, 26 anos, o Cabrito, foi atingido em várias partes do corpor e levado pela guarnição 6-0107 ao Hospital Geral do Estado (HGE), onde chegou sem vida. Segundo ocorrência policial registrada no HGE, a troca de tiros aconteceu no Vale da Muriçoca e com Evanilson foi encontrada uma pistola ponto 45.  É a segunda grande operação em menos de 30 dias no bairro.

Policiais estão ocupando as ruas do bairro e adjacências
Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO

"Essa operação foi planejada três dias atrás para cumprimento de mandados de prisão de pessoas pontuadas por levantamento da polícia como partícipes diretas de homicídios, ataques contra ônibus e traficantes de drogas da região. Essas pessoas foram pontuadas e colocadas como alvos dos mandados de prisão. Um grupo da Patamo (grupo especializado da PM) junto com a inteligência do Batalhão de Choque fez uma intervenção para cumprimento de um mandado e um desses (suspeitos) reagiu contra as guarnições. Prestamos socorro para o Hospital Geral do Estado, mas ele morreu", informou o comandante Guerra.

Ele destacou que, em função da operação, as forças policiais farão uma nova ocupação no bairro a exemplo do que aconteceu em 11 de agosto.  "Será uma ocupação por tempo indeterminado", reforçou. 

O comandante geral da Polícia Militar da Bahia (PM-BA), coronel PM Anselmo Alves Brandão, destacou que a operação faz parte da estratégia de combate ao crime. 

"Analisamos essa operação de maneira positiva, uma prova de que estamos vencendo a guerra de maneira positiva. A cada momento que avançamos, vamos tirando alguma quadrilhas de circulação", afirmou ao CORREIO durante celebração em homenagem ao dia do Soldado, realizada na manhã de hoje na Vila Militar do Bonfim. 

Convivência
Moradores do Engenho Velho da Federação e adjacências tentam seguir com a vida com normalidade, apesar da presença de dezenas de policiais nas ruas do bairro. Em frente à Travessa Sérgio de Carvalho, na região do Vale da Muriçoca, dezenas de curiosos acompanhavam o trabalho da polícia.

"Minha filha, desde cedo que a gente escuta o corre-corre e os boatos, mas eu nem saí pra ver. Agora estou indo cortar meu cabelo, porque eu não tenho nada a ver com isso. Se tem polícia, é porque alguma coisa aconteceu, deixa eles resolverem", disse o aposentado Alberto Siqueira, 55 anos.

O aposentado, que mora no bairro há 30 anos, conta que já está acostumado com a presença de policiais. "Quero saber quem mora aqui que não tá acostumado com isso. Eles têm que fazer o trabalho deles", completa. 

Sem se identificar, outro morador contou ao CORREIO que os policiais prenderam pessoas durante a noite. "Rapaz, teve gente presa, teve gente morta. Mas aqui a gente fala pouco aqui, quem fala muito se ferra. Não sei de nada", diz. 

A dona de casa Maria Cármen Barroso, 32, contou que a filha, uma criança de 5 anos, fica assustada com a presença das viaturas de polícia. "Quando ela escuta o barulho da sirene, já fica com medo. Pedindo pra não ir à escola. Mas não tem jeito", conta ela, que estava levando a menina para a escola.

Confronto no Engenho Velho da Federação
O bairro do Engenho Velho da Federação, que vive uma intensa disputa entre facções criminosas pelo comando na área, foi ocupado no dia 11 de agosto pelo novo grupo de elite da Polícia Militar da Bahia. Um efetivo de 60 policiais militares da Companhia de Patrulhamento Tático Móvel (Patamo) do Batalhão de Choque 'morou' provisoriamente no bairro.

Durante o período de ocupação, que durou três dias, duas pessoas foram conduzidas para delegacias por tráfico de drogas nas primeiras horas da ação policial. O bairro recentemente foi palco de outras ações da PM no combate ao tráfico de drogas. Os policiais do grupo especializado apreenderam maconha e cocaína na casa de dois rapazes na localidade da Baixa da Égua. A quantidade não foi informada.

As localidades da Lajinha, Forno e Baixa da Égua são os principais pontos de conflito pelo domínio do tráfico de drogas entre as facções CP e BDM. Durante incursão na 1ª Travessa Neide, na Baixa da Égua, onde a atuação é do CP, policiais militares surpreenderam Rian Félix Oliveira dos Santos, o Beiço, 22 anos, que foi levado para 7ª Delegacia (Rio Vermelho). Ele foi autuado em flagrante por tráfico de drogas. Já o outro rapaz, um adolescente de 16, apreendido a pouco metros de Rian, foi encaminhado para a Delegacia do Adolescente Infrator (DAI). 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas