Fernanda Gentil diz que casamento 'passou perto' do fim durante quarentena

em alta
21.02.2021, 14:53:00
Atualizado: 21.02.2021, 15:10:35
(Reprpdução)

Fernanda Gentil diz que casamento 'passou perto' do fim durante quarentena

Ela refletiu sobre o isolamento social

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A apresentadora Fernanda Gentil revelou que viveu momentos difíceis nos últimos meses. Ela teve covid-19 em dezembro e, por ser asmática, ficou tensa com a possibilidade da doença acabar evoluindo para quadro grave. Além disso, ela revelou que também passou por uma crise no casamento com a jornalista Priscila Montandon.

Apesar disso tudo, Gentil disse que tenta se manter otimista e avalia lados positivos do isolamento social provocado pela pandemia. "Eu vivo muito o lema de fazer do limão uma limonada. O lado positivo disso tudo foi a convivência mais próxima. Eu nunca imaginei passar esse tempo todo com a minha família, principalmente com os meus filhos. Eu que trabalho tanto, viajo, foi um período em que eu pude acompanhar muito da vida deles, muita troca com a Priscila", disse ela em entrevista ao jornal Extra.

A convivência mais intensa foi também o que trouxe problemas. "Falando da vida real, também foi difícil, essa convivência toda traz alguns estranhamentos também. A gente começa a ter tempo para implicar mais, amar mais, entender mais, criticar mais, porque está em casa o tempo todo. Mas foi muito rica essa troca e a gente está muito mais fortalecido como família. Passamos perto da estatística das separações, mas conseguimos evitar", contou. 

Gentil também contou que com mais tempo em casa tem se dedicado mais ao lado gamer. "Sempre gostei de jogar videogame, mas agora eu fiz meu canal, estou transmitindo as minhas lives, tenho uma cadeira de profissional. Quem tem aquela cadeira é outro patamar", brincou. Ela disse que aproveita esse momento de jogar para interagir também com o filho Gabriel, de 5 anos, e o afilhado Lucas, de 12, que ela cria. "É nosso momento de bater papo, rir, trocar".

O isolamento também trouxe mudanças físicas para a jornalista, que contou que chegou a perder peso e adaptou a vida de exercícios para dentro de casa. "Foi muito louco isso: eu emagreci cinco quilos no início. Eu sempre pratiquei muito esporte. Por isso, inclusive, que trabalhei tanto tempo com isso. Eu preciso me movimentar. Para mim, isso sempre foi sinônimo de cuidar da saúde. A boa forma não é o foco, mas a consequência. Então, a gente adaptou para os exercícios físicos em casa. E agora sigo fazendo bem cedo na praia, para evitar aglomeração. Não estou com coragem para voltar para a academia ainda".

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas