Fernando Miguel minimiza derrota e fala em classificação em casa

e.c. vitória
28.02.2018, 22:06:00
Atualizado: 01.03.2018, 08:22:51
Leão precisa vencer o jogo de volta por pelo menos dois gols de diferença para ficar com vaga (Foto: Moysés Suzart/EC Vitória )

Fernando Miguel minimiza derrota e fala em classificação em casa

Jogo de volta está marcado para o dia 15 de março, no Barradão

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A derrota para o Bragantino por 1x0, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, nesta quarta (28), não desanimou o elenco rubro-negro, que terá a chance de dar o troco no jogo da volta, no dia 15 de março, no Barradão. Um dos nomes do Leão no jogo, o goleiro Fernando Miguel passou tranquilidade após a partida e afirmou que o time pode reverter a situação. 

"Se for ver pela classificação, nada impossível. Levamos para Salvador e, com calma e equilíbrio, podemos reverter em casa", analisou o goleiro.  Quem também falou ao fim do jogo foi o diretor de futebol Erasmo Damiani. Segundo Damiani, o resultado refletiu a apresentação rubro-negra no estádio Nabi Abi Chedid. 

"Nós jogamos mal. Às vezes, acontece em um jogo. Não foi questão de emocional, nós jogamos mal mesmo. Algumas peças não renderam o esperado. O Bragantino mereceu o resultado, até pelo que fez no jogo", disse o dirigente. Questionado sobre contratações, Damiani afirmou que o Leão analisa o mercado em busca de peças. "Em cima de uma derrota sempre se questiona isso. Nós estamos analisando, são várias questões", explicou o diretor rubro-negro. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas