Festa de 15 anos em canteiro da Pituba forma aglomeração e bloqueia trânsito

coronavírus
12.05.2020, 18:30:00
(Foto: Reprodução/Twitter)

Festa de 15 anos em canteiro da Pituba forma aglomeração e bloqueia trânsito

Situação incomodou moradores e a Transalvador foi acionada. Bairro entrará em bloqueio de circulação nesta quarta (13)

Uma festa surpresa em homenagem aos 15 anos de uma adolescente terminou fugindo do planejado na noite desta segunda-feira (11). A ideia era fazer uma carreata em volta da praça do Loteamento Aquarius, na Pituba, para cantar parabéns para a garota e assistir, do interior dos carros, uma valsa dela com o pai. No entanto, os convidados resolveram parar os veículos e descer para dançar com a menina.

Em um vídeo postado por um usuário do Twitter, é possível ver que o evento congestionou o trânsito da Rua Dr. Eduardo Bahiana. A comemoração teve direito a fogos de artifício e muitas buzinas, mas o que mais incomodou a pessoa que publicou o vídeo foi mesmo o fato de o grupo ter desrespeitado as recomendações das autoridades de saúde quanto ao distanciamento social necessário para o enfrentamento da pandemia de coronavírus.

Em dois conteúdos publicados, a pessoa se indigna: "As pessoas saltaram! Gente, eu vou lhe dizer: Se a intenção era ficar nos carros, por que as pessoas saíram dos carros? Eu não acredito nisso. Que irresponsabilidade!", diz no vídeo. Segundo o usuário da rede, a celebração teve ainda bolo e autofalante com frases de carinho para a menina. Nas filmagems são ouvidas músicas do DJ Alok, do cantor britânico Ed Sheeran e ainda o hit colombiano "Baila Conmigo", que ficou famoso nos memes do aplicativo Tik Tok. 

Desde março a prefeitura de Salvador e o Governo do Estado proíbem a realização de eventos que promovam aglomerações que possam facilitar a disseminação do novo vírus, mas os decretos não especificam sobre festas de aniversário e afins. Por decreto estadual, eventos com mais de 50 pessoas estão suspensos em todos os municípios baianos até 18 de maio.

Uma família que mora na região e assistiu ao fato pela janela do apartamento disse ao CORREIO que ficou incomodada com o barulho contínuo das buzinas dos veículos. “Eu vi quando o povo chegou aqui porque o pessoal ficou buzinando muito, era carro para porra no meio da rua e do nada pararam. Minha mãe achou que estavam na frente de um condomínio comemorando o aniversário de uma pessoa que estava vendo da varanda do apartamento”, contou um jovem.

Segundo esses moradores, havia mais de 20 carros, quase todos buzinando. Ou a galera participante não sabia ou ignorou que o Hospital da Bahia fica localizado a menos de 500 metros de onde a festa estava acontecendo. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), motoristas só podem buzinar em duas situações: para fazer advertências com o objetivo de evitar acidentes ou fora de áreas urbanas para sinalizar ao outro condutor quando se precisa ultrapassá-lo. 

O código ainda diz que usar a buzina sem ser nessas condições pode acarretar em infração com multa e perda de pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), principalmente se for acionada de forma prolongada e sucessivamente a qualquer pretexto. “Não deu certo, acho que fugiu do que a família esperava. Infelizmente, erraram tentando alegrar alguém”, conclui o jovem.

Por causa da barulheira e do engarrafamento provocado pelos carros, moradores da área chegaram a ligar para a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador). Em nota, o órgão disse que foi ao local após receber denúncia de congestionamento e aglomeração, mas quando a equipe chegou já não encontraram mais a movimentação atípica na região. 

Um morador também disse que viu uma viatura da Polícia Militar passando pelo local, mas que os policiais ignoraram a festa e “seguiram reto”. Procurada, a Polícia Militar disse que a 13ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Pituba), unidade responsável pelo policiamento no local, não chegou a ser acionada para atender a ocorrência. Amigos e familiares da aniversariante foram procurados, mas não quiseram dar entrevista.

Pituba: líder em casos de coronavírus

Segundo o boletim epidemiológico mais recente divulgado há quatro dias pelo secretário de Saúde de Salvador, o bairro da Pituba era líder em número de casos de covid-19 na capital, com 77 ocorrências. Os números, inclusive, fizeram a prefeitura determinar o fechamento total do comércio do bairro e também da calçadão da orla por sete dias. As medidas de restrição de circulação no local começarão a valer nesta quarta-feira (13).

Ao anunciar a decisão, o prefeito ACM Neto chegou a comentar que a movimentação de veículos na área da Pituba se manteve alto mesmo durante a pandemia. Segundo ele, só houve queda de 15% no fluxo, quando comparado a dias normais. 

A prefeitura determinou o fechamento do trecho da orla que compreende a Arena Aquática de Salvador, na Praça Wilson Lins, até o Centro de Convenções de Salvador, já na Boca do Rio. No bairro, também estará proibido o funcionamento de qualquer atividade comercial, exceto supermercados, farmácias, bancos e lotéricas. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas