Festivais promovem a gastronomia com ingredientes do norte ao sul da Bahia

comida
16.10.2021, 11:00:00
A cozinha do extremo-sul do estado: Cabana da Preta em Prado (Divulgação)

Festivais promovem a gastronomia com ingredientes do norte ao sul da Bahia

Do litoral do extremo sul da Bahia ao semiárido em Juazeiro, eventos ajudam a fortalecer as cozinhas locais, movimentam o turismo e alavancam a economia

Se existe uma arte que tem crescido no Brasil é a culinária. E o melhor, para além das capitais. Somente neste final de semana, quatro festivais gastronômicos estão acontecendo na Bahia. Do sertão ao litoral. Estes eventos, não apenas difundem a cozinha das diversas regiões, como ajudam a fortalecer toda a cadeia produtiva do segmento, estimulam a agricultura familiar com o consumo de ingredientes locais, impactam nos setores de serviços e turismo, atraem visitantes e abrem novas frentes de trabalho, fortalecendo a economia destes municípios.

(Divulgação)
Prato do restaurante Jubiabá e, Guaratimbeba

No extremo sul da Bahia, está rolando desde o começo deste mês, o Festival Gastronômico e Cultural do Prado, reunindo 70 restaurantes da cidade e de outras localidades como Corumbau, Cumuruxatiba e Guaratiba, que oferecem mais de 100 pratos.  Até amanhã (17) o festival movimenta toda cadeia do turismo, incluindo hotéis, pousadas, bares e restaurantes de toda essa região. Nesta 15ª edição, o evento cujo tema é Pé na Areia e Sabor de Mar, é uma forma de abraçar não apenas difundir a gastronomia final, mas também de valorizar os insumos e ingredientes nativos.  Além da culinária, o festival está promovendo também cursos de capacitação e mentorias através do Sebrae e Senac. 

Costa do Cacau
Ainda no litoral, mais já na Costa do Cacau, o município de Itacaré também está promovendo sua gastronomia. O festival Sabores de Itacaré, que está na sua 8ª ediçãom segue até o próximo dia 24 de outubro com a proposta de valorização da agricultura familiar sob a curadoria do chef Junior França. De acordo com o curador, a ideia é traçar a trajetória dos alimentos apresentados, com o tema Da Origem ao Prato, destacando a história de cada ingrediente, incluindo todo o processo de produção e preparo até chegar à mesa do cliente.

(Divulgação)
Escondidinho de camarão de água doce no festival de Juazeiro

Com uma programação que envolve cozinha-show, feira gastronômica e apresentações artísticas, o festival também possibilita ao público uma imersão online no mundo dos produtores de diversas comunidades itacareenses, através de vídeos divulgados nas plataformas digitais do evento e dos restaurantes participantes. Além disso, chefs locais estão realizando oficinas gastronômicas abordando conteúdos com temas que valorizam os ingredientes locais, receitas de raiz, culinária afetiva, dicas práticas na cozinha, além de contarem um pouco das suas histórias e desafios. “Desde a primeira edição do festival até hoje, vimos uma evolução na culinária e na agricultura familiar da cidade, que transformou o município em um dos grandes polos gastronômicos do estado", diz o curador. Outra boa nova do evento é a cozinha-show kids, voltada para as crianças e que tem como objetivo estimular o interesse dos pequenos para a gastronomia. 

Costa do Dendê
Perto dali, o município de Cairu, na Costa do Dendê, que abriga dois dos principais destinos turístico baianos: Morro de São Paulo e Boipeba, também está reverenciando a sua gastronomia. 
O Festival Gastronômico de Morro de São Paulo e Boipeba, foi aberto ontem (15) e reúne, até o final deste mês, 29 restaurantes, sendo 4 em Boipeba, que criaram menus exclusivos para o almoço e jantar. Na programação tem ainda feiras e palestras voltadas para a área.

De acordo com Christian Willy, presidente da ACEC – Associação Comercial e Empresarial de Cairu, realizadora do evento, a expectativa é que o festival injete R$ 50 milhões no comércio local, sobretudo nas áreas de alimentação e hospedagem. “Acreditamos que o aumento seja em torno de 20% nas vendas que eram praticadas nos estabelecimentos comerciais antes da pandemia”, revela.

(Divulgação)
Ingredientes do litoral fazem a alegria dos turistas no extremo sul

Do mar ao sertão 
Enquanto o mar fornece insumos para os pratos do litoral, no sertão os chefs exaltam os insumos que brotam de suas terras e dos seus rios. São criações a partir de peixes de água doce como tilápia e surubim, além de carnes típicas locais como a de sol, especialmente a de caprinos como bode e de carneiro etc. 

O evento segue até amanhã (17), oferecendo ao público 112 opções de pratos. Dos mais típicos aos universais. O evento envolve bares, botecos e restaurantes da região, num total de 40 estabelecimentos participantes. O festival é uma ótima opção não apenas para os locais, como para quem estiver pela região, de conhecer a rica gastronomia local. E que outras regiões sigam exaltando e promovendo sua riqueza culinária. A seguir, uma receita do chef Junior França, de Itacaré, que celebra a nossa riqueza: do mar e do sertão. 
 
RECEITA

(Divulgação)

Criação do chef Junior França, curador do festival de Itacaré

 DO MAR E TERRA - Filé de peixe grelhado ao molho de manga com vinagrete de banana da terra
Ingredientes: filé de peixe grelhado: 200g de filé de peixe/1 limão rosa/ azeite de oliva, sal e pimenta do reino a gosto
  
Preparo
Tempere o peixe com limão, azeite de oliva, sal e pimenta do reino, reserve por 5 minutos. Em uma frigideira de fogo médio, grelhe os dois lados do filé.
 Vinagrete de banana da terra
 Ingredientes: 50g de cebola roxa/ 50g de tomate/ 30g de pimentão/10g de pimenta doce/ 100g de banana da terra/ 2 limões rosa/sal, azeite e coentro a gosto.
 
Preparo: Num refratário, coloque os ingredientes, cortados em cubos, na sequência: cebola roxa, banana da terra, tomate, pimentão. Em seguida adicione o suco de limão, azeite de oliva, sal e coentro. Reserve. Após 10 minutos  poderá ser servido.

Molho de manga
Ingredientes: 300g de manga/ 100ml de vinagre de maçã orgânico/ 300ml de óleo de girassol/1 colher sopa de pimenta calabresa/ sal a gosto

Preparo
Leve ao liquidificador a manga, vinagre de maçã, sal e  pimenta de calabresa. Bata até que envolva todos os em ingredientes e em seguida coloque o óleo em fio bem devagar até que chegue ao ponto de molho bem cremoso.

Mais informações:
@festivalgastronomicodeprado
@saboresdejuazeiro
@festivalgastrodomorro
@festivalsaboresdeitacare 

 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas