Fiéis começam celebrações pelo dia de Santa Bárbara; veja programação

salvador
01.12.2019, 12:35:33
(Foto: Bruno Wendel/CORREIO)

Fiéis começam celebrações pelo dia de Santa Bárbara; veja programação

Tríduo preparatório acontece na Igreja do Rosário dos Pretos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Sob os sons das cabaças, atabaques e agogôs, o ritmo  ijexá deu início às homenagens à Santa Bárbara no Centro Histórico de Salvador.  Os devotos da santa,  conhecida como a protetora contra relâmpagos e tempestades, lotaram a Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos (Pelourinho), na primeira missa do mês que celebra a festa à padroeira neste domingo (1º). 

"Pra gente é muito importante por que é uma santa do povo preto. Aqui, além de renovar nossa fé em Cristo, é o momento de reafirmação de nossa raça à sociedade. Não é toda hora que uma missa é puxada pelo ritmo ijexá", declarou o rodoviário Ubirajara Xaviera, 47.

A opinião dele é compartilhada com a mulher, a comerciária Gabriela Machado, 45. "É a forma linda de se.combater o racismo e a imposição religiosa". 

"Tudo o que peço Santa Bárbara tem me dado, principalmente proteção e é por isso que estou aqui hoje", declarou a técnica de radiologia Margarida Nunes, 37.

As homenagens foram  iniciadas neste domingo (1º)  com um tríduo preparatório segue nos dias 2 e 3 de dezembro, às 18h, na Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos.

No dia dedicado à Santa (4) os devotos farão uma alvorada festiva às 5h, seguida de repique de sinos às 6h. A Missa campal será às 8h, presidida pelo capelão, padre Jonathan de Jesus da Silva. Logo após a Celebração Eucarística acontecerá uma procissão, que sairá da Igreja do Rosário dos Pretos, passará pelas ruas Gregório de Mattos, João de Deus, Terreiro de Jesus, Praça da Sé e Ladeira da Praça. Ao chegar ao Corpo de Bombeiros (Barroquinha), os devotos farão uma parada para homenagear a padroeira da corporação e, logo após, seguirão para a Baixa dos Sapateiros, Rua Padre Agostinho e Pelourinho.

As homenagens também acontecerão na Igreja Santíssimo Sacramento da Rua do Passo, no Centro Histórico. No dia 3 de dezembro, às 15h30, quem desejar saber mais sobre Santa Bárbara poderá participar do colóquio “Origem e expansão da Festa de Santa Bárbara no Centro Histórico de Salvador: fé e tradição religiosa”, que será conduzido pela historiadora e membro do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia (IGHB), professora Lúcia Góes. Em seguida, por volta das 17h será celebrada a Missa.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas