Filha de torcedora do Bahia vítima da covid se emociona ao voltar à Fonte: 'Senti ela aqui'

e.c. bahia
24.10.2021, 23:22:00
Atualizado: 24.10.2021, 23:36:51
Daiane fez homenagem para a mãe e assistiu jogo no mesmo lugar que a torcedora ficava (Foto: Reprodução)

Filha de torcedora do Bahia vítima da covid se emociona ao voltar à Fonte: 'Senti ela aqui'

Daiane homenageou Dona Lúcia e lembrou o amor da mãe pelo tricolor

O amor por um clube de futebol é algo inexplicável. É uma relação que, na maioria das vezes, passa de geração em geração, não importa o país, a língua, as cores ou a divisão. 

Durante a pandemia da Covid-19, muitos desses laços construídos e moldados nos estádios foram desfeitos por uma doença que vitimou 605 mil brasileiros. 

Na partida entre Bahia e Chapecoense, na noite deste domingo (24), na Fonte Nova, Dona Lúcia, torcedora bem conhecida do tricolor, e uma das vítimas do coronavírus, foi homenageada nas arquibancadas. 

A filha dela, Daiane, que herdou da mãe o amor pelo Esquadrão, voltou ao lugar em que a torcedora costumava acompanhar os jogos na Fonte Nova e não conteve a emoção. 

"Ao mesmo tempo que é dolorido é uma emoção inexplicável. A minha mãe era tudo para a agente, o pilar da casa. Eu e meus irmãos sentimos muita falta dela. Estar no lugarzinho dela representando ela foi tudo. Infelizmente perdemos a nossa mãe para o covid, uma guerreira. Ela me fez amar o Bahia. Eu sou de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, vim para cá com oito anos e desde lá, em Campo Grande, ela já era apaixonada pelo Bahia. Estar representando ela foi tudo para mim", disse Daiane em um depoimento emocionado ao Premiere.

"Eu senti ela aqui comigo. Poderia fazer sol, chuva, trovoada minha mãe estava aqui nesse lugarzinho. Era a grande diversão dela"

Torcedora ferrenha do Bahia, Dona Lúcia, como era conhecida entre os tricolores, tinha 66 anos e faleceu em abril, vítima de complicações da covid-19. Na época os jogos ainda estavam sendo realizados com portões fechados. 

Em campo, o Bahia fez aquilo que Dona Lúcia mais gostava de ver: venceu a Chapecoense com facilidade e respirou no Campeonato Brasileiro. O tricolor agora se prepara para enfrentar o Ceará, na próxima quarta-feira, na Fonte Nova, em jogo atrasado da 23ª rodada da Série A.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas