'Fiquei assustado', diz cantor Dilsinho sobre explosão com feridos antes de seu show

brasil
19.01.2020, 17:26:00
Atualizado: 19.01.2020, 17:36:56
(Foto: Reprodução/Instagram)

'Fiquei assustado', diz cantor Dilsinho sobre explosão com feridos antes de seu show

Cilindro explodiu durante apresentação de DJ; quatro pessoas ficaram feridas e foram socorridas para o hospital

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Quatro pessoas ficaram feridas após a explosão de um cilindro de gás carbônico antes do show do cantor de pagode Dilsinho, na madrugada deste domingo (19), em um clube de Indaiatuba (SP). As vítimas estavam em frente ao palco e dois homens tiveram ferimentos graves. Outras duas mulheres tiveram lesões leves.

Uma das vítimas, um homem de 24 anos, foi encaminhada ao Hospital Augusto de Oliveira Camargo (HAOC), passou exames e avaliação da equipe médica e permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva. A outra vítima, um homem de 30 anos, foi atendida no Hospital Santa Ignês. De acordo com informações da unidade médica, ele sofreu cortes na cabeça e nos braços, foi atendido e recebeu alta.

O acidente aconteceu em uma casa de show no Clube Nove de Julho, no bairro Cidade Nova, durante a apresentação de um DJ que abria a noite do evento. Segundo informações do boletim de ocorrência, o cilindro de gás carbônico que explodiu estava em uma máquina ao lado do palco e seria usado para efeitos especiais de fumaça.

Foto: Reprodução/Instagram

A Polícia Militar foi acionada à 00:50 e a perícia esteve no local para verificar o que causou a explosão. Uma equipe dos bombeiros do clube atendeu os feridos.

De acordo com a assessoria do clube, o local possui todos os documentos e vistorias do Corpo de Bombeiros e o espaço foi locado por uma produtora. O clube informou ainda que o equipamento que explodiu era do músico que faria a segunda apresentação da noite, o DJ Guga, que abriria o show do pagodeiro.

Após a explosão, uma equipe dos bombeiros vistoriou os equipamentos no palco, esvaziou os outros cilindros e autorizou a continuação do evento, disse o clube. O DJ Guga se apresentou, mas Dilsinho não subiu ao palco e cancelou a apresentação. Os equipamentos do cantor também foram danificados.

No Instagram, Dilsinho lamentou o ocorrido, disse que já estava no camarim da casa de show quando houve a explosão e que ficou muito assustado. "Tinha um Dj tocando antes da gente e aconteceu um acidente, uma infelicidade, no show dele. Estourou um cilindro de um dos fogos que ele tem no show dele, de uma pirotecnia do show dele, e esse acidente deixou quatro pessoas feridas antes da gente entrar. Essas pessoas, infelizmente, foram encaminhadas para o hospital. Um acidente muito grave", comentou, no Instagram.

O cantor de pagode disse ainda que foi uma explosão muito grande, que ele ouviu do camarim e ficou muito assustado. "Acho que deixou todo mundo um pouco assustado, aflito, com aquele momento. Danificou vários equipamentos nossos de som", contou, acrescentando que ficou tão mexido com tudo o que ocorreu que não ia se sentir bem para fazer o show. O cantor informou ainda que vai buscar saber do estado de saúde das pessoas que ficaram feridas no acidente.

Confira o relato de Dilsinho na íntegra:

"Essa mensagem vai para os meus fãs, em respeito a todas as pessoas que estavam no meu show em Indaiatuba. Eu já estava na casa de show esperando para entrar no palco e estava feliz demais de poder estar com vocês mais uma vez. Tinha um Dj tocando antes da gente e aconteceu um acidente, uma infelicidade, no show dele. Estourou um cilindro de um dos fogos que ele tem no show dele, de uma pirotecnia do show dele, e esse acidente deixou quatro pessoas feridas antes da gente entrar. Essas pessoas, infelizmente, foram encaminhadas para o hospital. Um acidente muito grave. Então, em respeito às pessoas que tinham ido no show como eles, acho que poderia ser um parente meu, um parente seu. Foi uma explosão muito grande, acho que as pessoas que estavam lá conseguiram ouvir. Eu ouvi também do camarim e fiquei muito assustado. Acho que deixou todo mundo um pouco assustado, aflito, com aquele momento. Danificou vários equipamentos nossos de som. Acho que sou um cara muito emotivo, a gente escolheu o melhor caminho de ter uma nova data para a gente poder se encontrar em Indaiatuba. Estou aqui na van mexido com tudo o que tudo que aconteceu, acho que não ia me sentir bem, 100%, de estar fazendo o show hoje. Foi um negócio que mexeu muito com toda a minha equipe, acho que a gente ficou muito assustado com tudo que rolou na noite de hoje. Peço desculpa a vocês que estavam no show, os ingressos estavam praticamente esgotados. Eu e minha equipe estamos rezando por essas pessoas, para que não tenha acontecido nada de pior, que elas possam se recuperar. Não sei o grau do acidente, das coisas que aconteceram no momento, mas vou procurar saber como estão as pessoas que foram levadas para o hospital. Não gostaria que tivesse acontecido dessa maneira".
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas