Fortaleza bate CRB de virada e sai na frente pela Copa do Brasil

esportes
29.07.2021, 22:37:20
Atualizado: 29.07.2021, 22:49:11
Wellington Paulista marcou duas vezes de pênalti (Leonardo Moreira/Fortaleza EC)

Fortaleza bate CRB de virada e sai na frente pela Copa do Brasil

Wellington Paulista marca duas vezes de pênalti, e Careca desconta

O Fortaleza contou com a estrela do experiente Wellington Paulista, que saiu do banco de reservas e fez dois gols, ambos de pênalti, para ganhar do CRB, por 2x1, na Arena Castelão, em Fortaleza, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Apelidado de WP9, o atacante saiu do banco aos 22 minutos do segundo tempo e logo já balançou as redes. Especialista na cobrança de pênaltis, ele empatou e depois virou o placar, respectivamente, aos 25 e aos 32 minutos. Como de costume, reuniu os companheiros atrás do gol, entre o campo e os painéis de publicidade e tirou selfie com um celular que estava já com algum dos reservas.

Os dois times voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, às 16h30, no estádio Rei Pelé, em Maceió. O Fortaleza tem a vantagem do empate e o CRB precisa de uma vitória simples para levar a decisão para os pênaltis, pois gol fora não vale como critério de desempate.

A partida começou com uma polêmica. David caiu dentro da área e nada foi marcado. O VAR chamou o árbitro, que sustentou a decisão de campo. O Fortaleza não desanimou e continuou em cima. Reginaldo evitou o gol de David em cima da linha e Éderson assustou em chute de fora da área.

O gol do Fortaleza parecia questão de tempo, mas quem marcou foi o CRB. Aos 41 minutos, Gum lançou e Nicolas Careca bateu na saída de Marcelo Boeck. O bandeirinha assinalou impedimento do atacante, mas o gol foi validado pelo VAR.

Apesar do técnico argentino Juan Pablo Vojvoda não realizar mudanças, o Fortaleza voltou para o segundo tempo com outra postura e exigiu duas boas defesa de Diogo Silva antes dos dez minutos. Aos 20 minutos foi a vez de Matheus Vargas levar perigo em chute que passou raspando a trave. A pressão surtiu efeito e o gol de empate saiu aos 26.

Wellington Paulista, que havia acabado de entrar, foi derrubado por Gum dentro da área. O próprio atacante cobrou no ângulo e converteu. A virada veio 32 minutos depois. A bola desviou na mão de Wesley dentro da área após chute de Yago Pikachu e mais um pênalti foi assinalado após consulta do VAR. Wellington Paulista não desperdiçou novamente.

Com a vantagem do empate para o jogo de volta, o Fortaleza passou a administrar a posse da bola. O CRB também pouco arriscou e só levou perigo em uma falta cobrada por Ewandro pela linha de fundo.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas