Frota é condenado a pagar R$ 25 mil a juiz que ele disse 'julgar com a bunda'

brasil
03.06.2019, 18:53:00
Atualizado: 03.06.2019, 18:54:59
(Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)

Frota é condenado a pagar R$ 25 mil a juiz que ele disse 'julgar com a bunda'

Em outro processo, o deputado foi condenado a pagar R$ 50 mil ao mesmo magistrado

O deputado federal Alexandre Frota (PSL-SP) fez um acordo e vai ter que pagar R$ 25 mil reais de indenização ao juiz Luís Eduardo Scarabelli. A quantia será paga pois o ex-ator, em 2017, disse que o magistrado tinha "julgado um caso com a bunda".

Além da indenização, o parlamentar deve publicar em suas redes sociais uma retratação pública. Ainda nesta segunda, Frota admitiu pelo Twitter que, na época, foi desrespeitoso com o juiz. Ele tinha até 30 dias para publicar a retratação.

Entenda o caso
Em 2017, Frota perdeu um processo por danos morais contra a ex-ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci. Ela teria criticado um encontro do ex-ator, em 2016, com o então ministro da Educação, Mendonça Filho. 

Para Menicucci o encontro não deveria ter ocorrido, pois, de acordo com ela, Frota “não só já assumiu ter estuprado, mas também faz apologia do estupro”, segundo declarações do dele em um programa de humor, onde relatava um suposto estupro contra uma mãe de santo.

O juiz Scarabelli inocentou a ex-ministra no processo e Frota afirmou que tinha sido julgado por “um juiz ativista, do movimento gay. Ele não julgou com a cabeça, julgou com a bunda”.

No acordo, o deputado considera que deu as declarações em um “ambiente de pressão” e que nunca pretendeu atingir a conduta profissional do magistrado.

“Publicamente admito que os termos utilizados para demonstrar a minha irresignação pelo resultado do julgamento foram ofensivos, cuja verdade não posso provar”, disse Frota.

Por conta das declarações, o juiz Scarabelli moveu duas ações contra Frota, uma cível e outra criminal. Na esfera cível, Frota foi condenado no ano passado pela juíza Tonia Yuka Kôroku, da 13ª Vara Cível de São Paulo, a pagar R$ 50 mil ao magistrado. O acordo desta segunda-feira é referente ao processo na esfera criminal, que deu fim às duas ações.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/digital-influencer-usa-instagram-para-denunciar-namorado-por-agressoes/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/mesmo-com-prova-mantida-candidatos-temem-cancelamento-de-concurso-da-pm/
Professores propõem que os concurseiros não se deixem abater e continuem focados nas provas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/poliana-ex-esposa-de-victor-chaves-vive-reclusa-apos-separacao/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/atores-da-televisa-morrem-ao-cair-de-ponte-durante-ensaio-para-serie/
Vítimas faziam parte de elenco da série ‘Sin Miedo a la Verdad’
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/blecaute-em-morro-de-sao-paulo-deixa-turista-sem-banho-e-gera-prejuizo-no-comercio/
Balneário ficou 20 horas sem luz; concessionária cita 'defeito em equipamento'
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/o-que-e-uma-feijoada-inorganica/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/martnalia-volta-ao-tca-com-show-em-homenagem-a-vinicius-de-moraes/
Apresentação que aconteceria na Concha nesta sexta (17) foi transferida para a Sala Principal
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/bastidores-confira-historias-curiosas-que-os-reporteres-viveram-na-cobertura-do-bonfim/