Fundação Palmares não vai celebrar Mês da Consciência Negra

brasil
27.09.2020, 11:31:00
(Reprodução)

Fundação Palmares não vai celebrar Mês da Consciência Negra

Sérgio Camargo já criticou datas similares e negou racismo no Brasil

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Fundação Palmares não terá atividades de comemoração ao mês da Consciência Negra, em novembro. A informação é da coluna de Guilherme Amado, na revista Época. 

A instituição abriu somente um edital este ano, um prêmio de R$ 690 mil para cem iniciativas culturais afro-brasileiras.

A fundação diz que a premiação do edital vai acontecer em novembro e, assim, o mês não ficará completamente esquecido. 

O secretário Sérgio Camargo, responsável pela fundação, já criticou o Dia da Consciência Negra e afirmou que não há racismo no Brasil. A posição de não ter nenhuma programação específica para o mês da Consciência Negra, portanto, não é surpreendente.

Segundo a coluna, os dados foram disponibilizados após pedido via Lei de Acesso à Informação feito por Marivaldo Pereira, militante do movimento negro que foi candidato pelo PSOl ao Senado em 2018.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas