Garoto de programa é preso por aplicar golpe 'Boa noite, Cinderela' em empresário

em alta
05.07.2022, 18:23:00
Matheus Rangel Alves, de 26 anos, foi preso no Rio de Janeiro (Reprodução)

Garoto de programa é preso por aplicar golpe 'Boa noite, Cinderela' em empresário

Eles se conheceram por um aplicativo de paquera

Um garoto de programa foi preso pelo crime de roubo após aplicar o golpe conhecido como “Boa noite, Cinderela”, na manhã desta terça-feira (5), no Rio de Janeiro. Segundo investigações policiais, Matheus Rangel Alves, de 26 anos, teria conhecido a vítima, de 34, em um aplicativo de paquera, em maio.

O criminoso teria dopado o empresário por 12 horas e, nesse período, roubado bolsas e cintos de grife, aparelhos eletrônicos e joias. O prejuízo é estimado em R$ 70 mil, segundo o jornal Extra.

De acordo com a vítima, a conversa entre ele e o golpista por aplicativo durou um mês. Eles passaram a se falar por telefone e, depois, marcaram um encontro, na tarde do último domingo, na casa do empresário.

"Marquei na minha casa, um condomínio com equipe de seguranças e câmeras espalhadas por todos os cantos, justamente para não correr riscos. Quando sentamos para beber, dei dois goles do drink e, a partir daí, não lembro de mais nada. Acordei por volta de meia-noite e ele já não estava mais e também havia sumido celular, laptop, bolsa avaliada em R$ 14 mil, cinto de R$ 5 mil, cordão de ouro de R$ 6 mil, anel de R$ 10 mil, além de outros itens, como roupas" disse a vítima, em entrevista ao GLOBO.

Antes de perder a consciência, a vítima disse que Matheus contou estar cuidando de uma avó idosa, que a irmã estava desempregada e que ele havia brigado com um ex-namorado em Buenos Aires, na Argentina, recentemente:

"Ele se vendeu como um bom menino e, logo que chegou ao meu apartamento, disse que queria beber bastante e ficar louco. Eu ainda ponderei e acredito que ele tenha jogado alguma substância no meu copo quando me serviu com energético", disse ao Jornal.

Matheus foi preso em um apartamento alugado na Baixada Fluminense, e será encaminhado ao sistema prisional. Imagens de câmeras de segurança do prédio flagraram toda a ação do criminoso.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas