Garoto se separa dos pais, gera confusão e paralisa metrô na Estação da Lapa

salvador
19.06.2019, 19:48:53
Atualizado: 19.06.2019, 20:28:23

Garoto se separa dos pais, gera confusão e paralisa metrô na Estação da Lapa

Alguns minutos depois, duas mulheres brigaram por causa de uma cadeira 

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A falta de atenção de um passageiro do metrô interrompeu o sistema e provocou uma confusão na Estação da Lapa, na tarde desta quarta-feira (19). Segundo a CCR Metrô Bahia, concessionária que administra o sistema, por volta das 18h30, um menino de 12 anos entrou em um dos vagões seguido dos pais, mas as portas fecharam antes que o casal pudesse entrar.

Os pais e o garoto se desesperaram, o que provocou uma agitação na plataforma. O botão de emergência do metrô foi acionado depois que o trem deixou a estação e, por isso, o sistema foi paralisado. 

Segundo a CCR, a interrupção durou 7 minutos, mas passageiros contaram que levou mais tempo. Um estudante, que pediu para não ser identificado, disse que aguardou cerca de 15 minutos até o sistema ser religado. A interrupção no horário de pico deixou as estações lotadas e deu origem a outra confusão.

“Os trens estavam muito cheios. Entrei no segundo metrô que deixou a Lapa. Quando chegou na Estação Campo da Pólvora, entrou muita gente e houve uma briga entre duas mulheres por causa de um assento. Uma delas foi empurrada pela outra e acabaram partindo para a agressão. Muita gente filmou e fotografou. Foi uma confusão”, contou. 

Segundo o estudante, outros passageiros apartaram a briga e uma das mulheres trocou de vagão para evitar mais confusão. Já o adolescente foi encontrado alguns minutos depois pelo pai, que foi até a estação seguinte e o achou.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas