Gilberto e Élber são dúvidas no Bahia para enfrentar o Botafogo

e.c. bahia
27.09.2020, 17:57:15
Atualizado: 27.09.2020, 18:30:28
Élber foi substituído no intervalo com dor numa coxa (Bruno Queiroz / EC Bahia)

Gilberto e Élber são dúvidas no Bahia para enfrentar o Botafogo

Atacantes saíram lesionados do duelo com o Athletico-PR

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Além da quarta derrota seguida e do jejum de nove partidas na Série A, o Bahia deixou Curitiba com dois prováveis desfalques para o técnico Mano Menezes. Os atacantes Gilberto e Élber foram substituídos durante a derrota para o Athletico-PR, no último sábado (26), por 1x0, por lesão.

Segundo Daniel Araújo, médico do Esquadrão, não há como não considerar a dupla como dúvida para enfrentar o Botafogo. O duelo atrasado, válido pela 1ª rodada do Brasileirão, acontecerá na quarta-feira (30), às 21h30, no Nilton Santos.

O médico explicou a situação de Gilberto: "Ele subiu para disputar uma bola e quando caiu sentiu dor na perna esquerda, na região anterolateral (lateral do joelho). A dor ficou incomodando e limitando ele na partida. A gente achou mais conveniente retirá-lo de campo e assim evitar o agravamento de uma possível lesão".

"Gilberto já foi medicado. Colocamos gelo no local da dor e vamos observá-lo por 24 horas. Vamos acompanhar se a dor tem evolução e vamos observá-lo nos treinamentos. É claro que é dúvida porque saiu do jogo, sem condições de continuar. Mas a gente espera que ele possa participar da próxima partida. Temos que aguardar a evolução nesses primeiros dias", completou Dr. Daniel Araújo.

A possível lesão é mais um tormento na temporada de Gilberto. O camisa 9 do tricolor não marca há 13 jogos. Desde que o futebol foi retomado após a pausa forçada por conta do coronavírus, ele ainda não balançou as redes.

Já o caso de Élber, pelas palavras do médico, é de lesão muscular: "Ele sentiu incômodo, uma dor muscular na região da coxa. Queria voltar para o segundo tempo, mas conversamos com Mano Menezes e concordamos, achamos mais conveniente retirá-lo da partida para que a dor não se transformasse numa lesão mais grave".

"Élber também já foi medicado. Ele está fazendo tratamento intensivo, assim como Gilberto. A gente espera que na próxima partida ele esteja disponível. Por enquanto, é dúvida. Se for preciso, a gente faz um exame de imagem na segunda-feira. Mas vai depender da evolução da dor", completou Dr. Daniel Araújo.

De Curitiba, o Bahia viaja para o Rio de Janeiro, palco do duelo com o Botafogo. Apesar das lesões, Gilberto e Élber seguem com a delegação. Eles continuarão fazendo fisioterapia e serão avaliados até terça-feira, véspera da partida.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas