Governo autoriza reforma de 24 escolas em Salvador

salvador
13.10.2021, 15:51:00
Atualizado: 13.10.2021, 15:52:27
Rui Costa assinando o documento (Foto: Carol Garcia/GOVBA)

Governo autoriza reforma de 24 escolas em Salvador

Rui Costa assinou ordem de serviço para construção de quadras e ampliação de colégios

Uma ordem de serviço assinada pelo governador Rui Costa, nesta quarta-feira (13), vai permitir a reforma de 24 escolas em Salvador. No total serão investidos R$ 100 milhões. O evento aconteceu na Escola Estadual Pinto de Aguiar, em Mussurunga I, uma das unidades que serão contempladas.

O evento começou com a declamação de um poema feito por um estudante que falou em esperança e desejo de mudança e de um mundo melhor. Depois, um coral composto por quatro estudantes fez uma apresentação e a banda de fanfarra da escola encerrou o evento.

Durante a assinatura da ordem de serviço deputados e senadores se alternaram destacando a importância da educação, e o governador apontou outros investimentos feitos pelo governo.

“No total, serão R$ 300 milhões investidos na infraestrutura da Educação em Salvador. São R$ 100 milhões que já estão em execução, algumas obras iniciadas recentemente e outras iniciadas no primeiro semestre. Hoje, assinamos a autorização para o início de mais R$ 100 milhões, e até o final do ano a gente autoriza mais R$ 100 milhões”, afirmou.

Rui Costa lembrou que na segunda-feira (18) a rede estadual retomará a ensino totalmente presencial e pediu que os estudantes obedeçam aos protocolos de biossegurança. Ele destacou os esforços para tornar as unidades escolares mais modernas e bem equipadas.

“No estado da Bahia, nós já temos um total este ano de R$ 2,7 bilhões aplicados na construção de novas escolas, na requalificação e na ampliação de diversas unidades. Estamos construindo equipamentos culturais, esportivos, laboratórios, bibliotecas, refeitórios, enfim, melhorando toda a infraestrutura das escolas”, disse Rui.

Ao todo, foram seis ordens de serviço assinadas com a presença do secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues, de estudantes e autoridades, para a construção de duas novas unidades escolares; modernização de 14 escolas; ampliação de outros seis colégios estaduais; além da construção de um complexo poliesportivo e uma quadra coberta.

A Escola Estadual Pinto de Aguiar vai receber uma quadra coberta, no valor R$ 2,1 milhões. Outras 14 escolas estaduais receberão, juntas, mais R$ 8,5 milhões em obras de modernização. Um complexo poliesportivo será construído no Colégio Estadual Governador Luís Viana, em Brotas, no valor de R$ 9,1 milhões. Duas novas escolas de tempo integral serão construídas, em Paripe e São Cristóvão, nos valores de R$ 15,6 e R$ 23,4 milhões, respectivamente. Outras seis escolas vão ser ampliadas e modernizadas com recursos da ordem de R$ 38 milhões.

Outros programas
Ainda na oportunidade, o governador falou de outros programas que o Governo do Estado vem desenvolvendo na área da educação, como o programa Escolas Culturais, implantado em mais de 200 unidades em todo o estado. O Partiu Estágio, para nível técnico e nível médio e o programa de monitoria que oferece 52 mil vagas para alunos que tenham tirado notas acima de 8 receberem R$ 100 por mês para poderem ensinar os colegas.

O Programa Mais Futuro oferece uma bolsa mensal para os jovens universitários, no valor de R$ 600 para os que moram em uma cidade e estudam em outra, e R$ 300 para os que estudam e moram na mesma cidade. Já o programa Educar para Trabalhar oferece cursos técnicos gratuitos através do Sesi e do Senac.

Sobre o Bolsa Presença, criado durante a pandemia para os estudantes em situação de vulnerabilidade, que oferece uma bolsa de R$ 150 por mês, Rui disse que deve se tornar um programa permanente. "Estamos avaliando a possibilidade de enviar um projeto para a Assembleia Legislativa, para tornar este programa permanente. Atualmente, 360 mil estudantes estão recebendo R$ 150 por mês. O programa já foi estendido até o mês de dezembro. Com esse conjunto de ações, nós queremos ampliar os horizontes para os estudantes”.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas