Gregório Duvivier se apresenta no Domingo no TCA

entretenimento
09.05.2022, 17:15:31
Em Sísifo, Gregório Duvivier recria mito do eterno recomeço (Daniel Barboza/divulgação)

Gregório Duvivier se apresenta no Domingo no TCA

Em Sísifo, humorista conecta a mitologia grega ao caótico mundo hiperconectado e ao Brasil dos memes; projeto acontece neste domingo (15)

O último espetáculo apresentado na Sala Principal do Teatro Castro Alves (TCA) antes da pandemia foi Sísifo, com Gregório Duvivier, em março de 2020. Foi também a última vez em que o humorista esteve presente com seu público antes do isolamento social. Retomando a turnê deste espetáculo estreado em 2019, Duvivier volta a Salvador para duas apresentações noturnas novamente na casa e insere na agenda a participação no  projeto Domingo no TCA, neste domingo (15), às 11h, ampliando o acesso a este monólogo que reúne 60 cenas curtas que compõem um vasto panorama do mundo contemporâneo. Ingressos custam R$ 1 (inteira) e R$ 0,50 (meia) e são vendidos apenas no dia do evento, no local, a partir das 9h, com acesso imediato à plateia do teatro.

Inspirado no mito grego do homem que carrega diariamente sua pedra morro acima para vê-la rolar ladeira abaixo e começar tudo de novo,   texto, assinado por Duvivier e Vinícius Calderoni, conecta a mitologia ao caótico mundo hiperconectado e ao Brasil dos memes. Entre os muitos temas pelos quais passa, entram em pauta os influenciadores digitais, alguns absurdos nas transmissões ao vivo pelas redes sociais, o complexo momento político brasileiro e até mesmo as desilusões pessoais da vida digital.

“Sísifo é o gif fundador da mitologia histórica, com essa ideia de eterno retorno. Percebemos como isso dava combustível para falar do momento histórico brasileiro, ao mesmo tempo em que falamos sobre travessia, sobre um trajeto que é preciso seguir. Não se chega a um novo Brasil sem passar por um Brasil distópico. Não se chega a um lugar sem passar por outro”, analisa Calderoni, que também assina a direção do trabalho.

Em cena, Duvivier repete o mesmo movimento constantemente: caminha de um ponto a outro do palco. A cada início de uma nova cena, ele retorna ao ponto inicial, como em um gif, formato de imagem altamente difundido no universo digital. A investigação cênica neste formato deu origem ao trabalho, que incorporou outras características das novas formas de comunicação. Se os memes e gifs são capazes de resumir uma situação às vezes complexa em apenas uma imagem, a ideia em Sísifo é de poder falar sobre temas bem diversos em uma única cena, ou em uma das travessias que Gregório faz pela rampa que ocupa o palco, elemento central da cenografia de André Cortez.

Serviço - Gregório Duvivier em  Sísifo | Sala principal do Teatro Castro Alves, domingo (15), às 11h | Ingresso: R$ 1 / R$ 0,50 (vendas somente no dia, a partir de 9h, com pagamento apenas em dinheiro e acesso imediato do público)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas