Grupo de Pesquisa da UFRB desenvolve protótipo de protetor facial feito com PVC

coronavírus
21.05.2020, 17:03:00
Atualizado: 21.05.2020, 17:03:53
O protetor facial desenvolvido pelo grupo de pesquisa da UFRB, feito com PVC (Foto: Divulgação)

Grupo de Pesquisa da UFRB desenvolve protótipo de protetor facial feito com PVC

Equipamento tem custo baixo e pode ser construído em casa

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Uma equipe da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) conseguiu desenvolver um protótipo de protetor facial (face shield) utilizando o PVC. O material usado no projeto pode ajudar a aumentar a disponibilidade do equipamento, que serve, principalmente, para profissionais de saúde que estão trabalhando no combate ao novo coronavírus, visando reduzir os riscos de exposição e ampliando a capacidade de atendimento.

"Este protetor pode ser feito por qualquer pessoa com um pouco de habilidade e algumas ferramentas, além de ter baixo custo, pois utiliza como matéria prima principal um pedaço de tubo de PVC de 100 milímetros, item encontrado na maioria dos comércios locais", afirmou a professora Karina Kodel, do Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas (CETEC).

O protótipo de protetor facial de PVC
(Foto: Divulgação)

O protótipo foi criado pelo Grupo de Pesquisa Modelagem e Instrumentação Tecnológica nas Engenharias e Ciência (MITEC). As instruções de como fabricar o protetor, as ferramentas e materiais necessários, assim como um tutorial em vídeo com detalhes da construção foram disponibilizados pelo MITEC.

Feito com PVC, o projeto está alinhado com o Corona Vidas, um grupo de colaboradores voluntários que estão produzindo e doando protetores faciais, utilizando impressoras 3D e plástico injetável. A UFRB está representada no grupo por Cruz das Almas e Feira de Santana.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas