Grupos a favor e contra Lula marcam presença em Curitiba

brasil
11.05.2017, 08:21:00

Grupos a favor e contra Lula marcam presença em Curitiba

130 ônibus chegaram a Curitiba para acompanhar o depoimento de Lula ao juiz Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, somando total de 7 mil pessoas

Apesar do clima de apreensão e de algumas ocorrências pontuais, as manifestações a favor e contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva transcorreram nesta quarta-feira (10) com tranquilidade na capital paranaense.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública do Paraná, 130 ônibus chegaram a Curitiba para acompanhar o depoimento de Lula ao juiz Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, o que somaria um total de 7 mil pessoas. O número de policiais envolvidos na operação foi de 1,7 mil.

Os apoiadores de Lula começaram o dia com uma marcha pela cidade, recepcionaram o petista no aeroporto Afonso Penna e se aglomeraram em frente ao prédio da Justiça Federal, palco do depoimento. Assim que a audiência teve início, os manifestantes pró-Lula se deslocaram até a Praça Santos Andrade.

Apoiadores do ex-presidente já montaram o acampamento (Foto: Heuler Andrey/AFP)

Em outro ponto da cidade – o Museu de Arte Moderna Oscar Niemeyer – cerca de 200 manifestantes protestaram contra o ex-presidente. Vestidos de verde e amarelo, ergueram um “pixuleco”, boneco inflável com 20 metros de altura no formato do ex-presidente em uma roupa de presidiário.

Até o início da noite de ontem, a Polícia Militar do Paraná não havia registrado nenhuma ocorrência ou problemas maiores nos atos que ocorreram pela cidade. De acordo com o porta-voz da PM na operação montada para o depoimento, tenente Rafael Bittencourt, o caso mais grave foi a denúncia da explosão de rojões no acampamento do Movimento Sem Terra (MST), na região central, pela madrugada.

Testemunhas disseram que por volta das 0h30 de ontem cinco homens começaram a disparar rojões em direção ao acampamento onde os militantes do MST estavam alojados na capital paranaense. Os fogos danificaram pelo menos quatro barracas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas